Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Atentado vinculado a rivalidades entre milicianos deixa 12 mortos

Pelo menos 12 pessoas, incluindo um líder rebelde, morreram esta quinta-feira em um atentado em um distrito tribal do noroeste do Paquistão, em uma ação que parece ter sido motivada por rivalidades entre milicianos islamitas.

A bomba – que não se sabe se estava escondida ou foi ativada por um homem-bomba – explodiu em um bazar lotado que também é utilizado como mercado de gado, na localidade de Dars, no distrito de Jyber, na fronteira com o Afeganistão. “Doze pessoas morreram e 30 ficaram feridas no atentad”, afirmou uma fonte dos serviços de inteligência.

O alvo do ataque era um edifício utilizado pelo Lashkar-e-Islam, um grupo que não é ligado ao principal movimento dos talibãs paquistaneses. “Um comandante local do Lashkar está entre os mortos”, disse a mesma fonte. “Há dois grupos de insurgentes rivais que combatem no vale de Tirah. Pode ter sido um ataque contra o Lashkar-e-Islam”, completou.

As zonas tribais paquistanesas são redutos do Movimento de Talibãs do Paquistão (TTP), ligado à Al-Qaeda e responsável por uma onda de atentados que matou mais de 3.000 pessoas no país em dois anos e meio. A região também é o principal santuário da Al-Qaeda e serve como base de retaguarda para os talibãs afegãos.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!