Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Atentado suicida deixa 13 mortos no Paquistão

Um atentado suicida com carro-bomba matou esta segunda-feira 13 pessoas e feriu 65 ao destruir um prédio da Polícia antiterrorista em Lahore (leste do Paquistão), onde muitos funcionários ficaram presos sob os escombros.

Autoridades policiais indicaram 13 mortos e 65 feridos, embora Khusro Pervez, alto funcionário do governo de Lahore, tenha mencionado 12 em seu último registro. “O alvo era um edifício utilizado por uma unidade especial da Polícia e servia para o interrogatório de suspeitos de terrorismo”, declarou à AFP Pervez Rathore, chefe da polícia local. “Um veículo cheio de explosivos atingiu o edifício”, confirmou.

Os talibãs paquistaneses aliados da Al-Qaeda reivindicaram a autoria do atentado. “Reivindicamos o atentado de Lahore. Continuaremos cometendo este tipo de ataque no futuro”, declarou por telefone à AFP Azam Tariq, porta-voz do Movimento dos Talibãs do Paquistão (TTP), grupo de insurgentes islamitas que jurou lealdade à Al-Qaeda desde a sua criação, em dezembro de 2007. Esse grupo é responsável pela onda de atentados que deixaram mais de 3.000 mortos em dois anos e meio em todo o país.

“Este ataque foi praticado em represália aos ataques de aviões (americanos) não-pilotados e às operações militares (paquistanesas) nas zonas tribais” do noroeste, bastião dos talibãs, acrescentou. Muitas pessoas tentavam remover os escombros do prédio destruído. Os policiais e as equipes de socorro temiam um registro mais elevado, já que muitas pessoas estavam presas entre os escombros e o atentado foi praticado em uma muito movimentada.

“Creio que havia entre 30 e 40 pessoas no edifício no momento da explosão, que abriu uma cratera de 3 metros de profundidade e de 4 a 6 metros de diâmetro”, indicou Rathore. “O atentado também danificou uma escola religiosa e casas”, acrescentou o chefe de polícia. “Ocorreu às 08h15, ouvi uma explosão ensurdecedora e minha casa tremeu”, disse à AFP Nasim ur Rehman, que mora a 1,5 km do local do atentado.

“Em quase todos os ataques o TTP está envolvido”, declarou à imprensa o ministro do Interior, Rehman Malik, que classificou os talibãs paquistaneses de “assassinos pagos que querem desestabilizar o Paquistão”.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!