Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Atentado ao sul de Cabul mata 25

Um atentado com caminhão-bomba reivindicado pelos talibãs matou 25 pessoas esta quinta-feira, sendo 21 civis e quatro policiais, em uma avenida da província de Logar, 30 km ao sul de Cabul, em um dos atentados mais violentos de 2009 no Afeganistão e poucas semanas depois do início da ampla ofensiva lançada pelos Estados Unidos no sul do país.

“Vinte e um civis, entre eles crianças em idade escolar, e quatro policiais morreram na explosão. Um civil e quatro estudantes também ficaram feridos”, declarou à AFP o chefe da polícia provincial, Ghulam Mustafah Mohsini. A explosão do caminhão-bomba aconteceu no distrito de Mohammad Agha, em uma estrada que liga Cabul às províncias do sudeste na fronteira com o Paquistão (Paktika, Paktia e Khost), a 30 km da capital afegã.

O camião, carregado com lenha, estava virado desde a noite de quarta-feira. Quando policiais tentavam remover o veículo, os explosivos foram detonados. As autoridades, no entanto, não confirmaram se o caminhão foi virado de propósito ou seria utilizado em um atentado em outro local, como Cabul.

O ataque foi reivindicado por um porta-voz talibã, Zabihulah Mujahed, que afirmou que 16 homens-bomba entraram em Cabul para executar uma onda de atentados suicidas, a um mês e meio das eleições presidenciais e provinciais de 20 de agosto. O atentado ocorreu no momento em que as forças internacionais presentes no país se mobilizam para garantir a segurança da votação no próximo mês.

Além disso, a Força Internacional de Assistência para a Segurança (Isaf) da Otan morreram na quarta-feira, anunciou nesta quinta-feira a Aliança Atlântica. A Isaf não revelou a nacionalidade dos militares nem se integravam as operações lançadas por mais de 4.000 soldados americanos e britânicos na província de Helmand (sul), reduto dos talibãs.

Um total de 180 soldados estrangeiros morreram desde o início de 2009 no Afeganistão, contra 294 em todo o ano de 2008, segundo o site independente icasualties.org.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!