Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Ataques dos talibãs em duas cidades deixam seis mortos no Afeganistão

Dois grupos talibâs lançaram nesta terça-feira ataques suicidas contra edifícios oficiais e uma base militar nas duas cidades do leste do Afeganistão, matando seis policiais, em um contexto de violência recorde a um mês da eleição presidencial.

Em Gardez, capital da província de Paktia, seis camicases vestidos com burcas, entre os quais alguns armados, tentaram entrar em prédios oficiais, explicou um porta-voz da província à AFP. “Um dos camicases explodiu sua carga em frente aos escritórios locais da Direção da Segurança Nacional (DSN, serviços secretos), matando três agentes da inteligência.

Os outros camicases foram mortos pelas forças de segurança”, disse. O chefe da polícia da província, Azizuddin Wardak, acrescentou que dois policiais haviam sido mortos. Segundo ele, dois camicases foram mortos ao acionarem seus explosivos. “Os outros camicases foram mortos por nossas forças de segurança antes de terem atingido sua meta, que era entrar nos prédios oficiais e matar pessoas inocentes”, declarou o chefe da polícia.

“As autoridades decretaram toque de recolher temporário, mas ainda mantêm o controle total da cidade”, acrescentou. Na mesma região, na província de Nangarhar, a capital Jalalabad foi palco de uma troca de tiros entre a polícia e dois camicases, mortos quando tentavam entrar no aeroporto onde fica uma base militar das forças estrangeiras e afegãs, a indicou o porta-voz da província, Ahmad Zia Abdulzaï. Este último não deu detalhes, mas um médico do hospital da cidade indicou que um policiail morto foi levado para lá.

Os dois ataques foram assumidos junto à AFP pelo talibãs, dos quais oito morreram segundo as autoridades locais. “Quinze de nossos mudjahedines, camicases também armados, entraram em dependências do governo da província e outros prédios oficiais em Paktia”, declarou Zabihullah Mujahed, porta-voz dos insurgentes islamitas.

“Quatro de nossos mudjahedines entraram na base aérea de Jalalabad, eles mataram vários soldados afegãos e estrangeiros”, afirmou. Estas informações não foram confirmadas por fontes independentes. As violências dos insurgentes afegãos, entre os quais talibãs cassados do poder no fim de 2001 pela coalizão internacional administrada pelos EUA, vem batendo recordes desde à queda dos talibãs, às vésperas das eleições presidencial e provincial previstas para 20 de agosto.

O presidente Hamid Karzaï vai lutar por um novo mandato nesta eleição e já aparece como favorito.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!