Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Ataque de campo da oposição iraniana no Iraque deixa centenas de feridos

As forças de segurança iraquiana tomaram esta terça-feira o controle do campo dos Mujahedin do Povo, ferrenhos opositores ao regime iraniano refugiados no Iraque, após violentos enfrentamentos que deixaram pelo menos 260 feridos, segundo a polícia.

Um porta-voz dos Mujahedin, Shahriar Kia, afirmou que quatro moradores do campo Ashraf morreram, 300 ficaram feridos e 29 foram presos. No entanto, o capitão de polícia iraquiano Firas al-Atbi desmentiu as mortes. Segundo ele, 200 membros dos Mujahedin do Povo (OMPI) foram feridos, assim como 60 membros das forças de segurança, e cerca de 50 moradores do campo foram presos.

Localizado a cerca de 100 km ao norte de Bagdá, na província de Diyala, e a 80 km da fronteira iraniana, o campo Ashraf, onde vivem 3.500 pessoas, foi construído nos anos 80 para acolher os membros da OMPI. Os opositores iranianos foram desarmados em 2003 pelas forças americanas que tomaram o controle do campo depois de derrubar o regime de Saddam Hussein. As tropas americanas entregaram o controle do campo às forças iraquianas em maio deste ano, enquanto se retiravam das cidades do país.

O general da polícia de Diyala, Abdel Hussein al-Chammari, se deslocou ao campo no início da noite para conversar com líderes do OMPI e tentar restabelecer a calma. Mais cedo, 800 soldados iraquianos tentaram invadir o campo de Ashraf mas tiveram que enfrentar uma forte resistência dos moradores. A situação ficou rapidamente fora de controle. Segundo imagens divulgadas pelo movimento de oposição, dezenas de pessoas tentaram impedir a entrada dos soldados amontoando-se em uma das portas de entrada.

Os soldados iraquianos abriram passagem com bastões e jatos d’água. “Após o fracasso das negociações com o Mujahedin para entrar no campo de Ashraf pacificamente, o exército iraquiano decidiu invadiu o local, que controla agora totalmente”, informou o exército iraquiano. O general americano Ray Odierno, comandante das tropas no Iraque, se declarou surpreso com a invasão. “Não sabíamos que eles iam fazer isso”, disse ele aos jornalistas que viajaram para o Iraque junto com o secretário americano da Defesa, Robert Gates. Ele acrescentou, porém, que as forças iraquianas queriam instalar um posto policial no campo de Ashraf

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!