Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Às iniciativas de combate ao SIDA – Núcleo de nampula pára com ajuda financeira

– Coordenadora critica alegada má abordagem jornalística

O Conselho Nacional de Combate ao HIV/SIDA anunciou, através do seu Núcleo Provincial de Nampula, que, devido a questões de reorganização interna, este ano não vai financiar nenhum projecto de prevenção e combate àquela doença.

O anúncio foi feito ontem pela coordenadora do Núcleo Provincial, Sara Jane, durante a cerimónia de encerramento do curso de formação de comunicadores em concepção de mensagens e materiais educativos sobre a prevenção do HIV/SIDA, que decorreu, desde Segunda-feira, na capital provincial de Nampula.

Embora o aviso de interrupção dos financiamentos tenha sido formulado de forma pública, Jane pediu à imprensa no sentido de não propalar esta informação.

Por outro lado, a coordenadora do Núcleo Provincial de Combate ao HIV/SIDA aproveitou para criticar os jornalistas que, numa manifesta falta de ética profissional, fazem autênticos “bombardeamentos” sobre a pandemia, sem, no entanto, terem tido o cuidado de procederem a qualquer investigação.

Observou estar esperançado de que, com esta formação, os profissionais de informação irão melhorar a sua abordagem e, deste modo, contribuírem para a redução dos níveis de infecção, maior adesão ao tratamento anti-retroviral e combate ao estigma e discriminação às pessoas vivendo com o vírus do SIDA.

Aliás, os próprios jornalistas também se comprometeram a melhorar a linguagem e a promoverem, no seio da sociedade, um comportamento salutar e de menor riscos.

Durante quatro dias de intenso trabalho, os “média” exercitaram-se na teoria e na prática da abordagem sobre assuntos relacionados com o HIV/ SIDA.

O próximo encontro de avaliação dos conhecimentos adquiridos nesta formação está agendado para o mês de Maio, em Nacala-Porto. A ocasião servirá, igualmente, para os jornalistas que mais se evidenciarem receberem prémios de incentivo ao trabalho desenvolvido.

Trata-se de uma iniciativa da Johns Hopkins Bloomberg, através do Center for Communication Progams, em Moçambique, que tem por objectivo contribuir para a resposta nacional de combate ao HIV/SIDA, reforçando as acções de comunicação para a mudança de comportamento.

Aquele organismo considera que os prémios traduzem uma forma de incentivar padrões cada vez mais elevados de profissionalismo na classe jornalística e estimular a criação de programas que contribuam para redução de factores que alimentam a propagação da doença nas comunidades.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!