Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Artista da bola: Diogo, Ferroviário de Maputo

Artista da bola: Diogo

Diogo António Alberto é um médio esquerdo de 23 anos de idade, com 1.72 metros de altura, e natural de Tete. Desde cedo começou a jogar futebol com amigos no bairro Josina Machel, cidade de Tete, e tornou-se federado aos 16 anos de idade pelo Clube de Desportos Matchedje de Tete, onde era obrigado a percorrer cerca de 8 km para chegar ao local de treinos.

Em 2006, chega ao Desportivo de Tete, onde permanece dois anos. Naquele clube, encontrou um treinador coerente que o terá ajudado a crescer no mundo do futebol.

Em 2008, segue para a província de Manica com o objectivo de se juntar ao Desportivo de Báruè. Lá, encontra umas das mais afamadas equipas daquela província e teve o seu primeiro contacto com o técnico Uzaras Mahomed, a quem é eternamente grato pelo conhecimento futebolístico que lhe foi transmitido. No ano seguinte, regressa à sua província para vestir a camisola do Chingale de Tete.

Apesar de o Chingale ter estado a competir na primeira divisão do futebol moçambicano, para Diogo não foi fácil a sua passagem por aquela equipa. Não fez jogos regulares e vezes sem conta foi dispensado por alegada inexperiência como atleta, isso antes da chegada de Sérgio Faife, actual treinador dos canarinhos.

Já em 2010, contratado pelo Costa do Sol, vê as portas do sucesso abrirem-se pelo facto de chegar à colossal equipa, tradicionalmente candidata ao título. Porém, foi tido novamente como jovem inexperiente, daí não ter feito jogos regulares.

Por preferência, Diogo Alberto chega ao HCB de Songo a título de empréstimo por uma temporada. Terminado o período, não aceitou voltar ao Costa do Sol. Quis experimentar novos ares. Soube da lacuna no sector defensivo esquerdo do Clube Ferroviário de Maputo e aproveitou para selar um contrato com o clube, válido por duas temporadas.

Como médio esquerdo, Diogo é um jogador completo e que se adapta facilmente a todas as posições daquele flanco. Diz sentir-se bem na turma locomotiva pelo facto de ter encontrado um grupo jovem, coeso e batalhador, que está sempre junto, mesmo fora dos campos. Diz estar a viver um sonho.

O seu melhor momento foi o jogo contra o Chingale de Tete, realizado no dia 01 de Abril, quando marcou dois golos, um feito inédito nos quatro anos de experiência na primeira divisão.

Não é adepto do Barcelona mas o Leonel Messi é a sua fonte de inspiração. Por razões ligadas aos seus ancestrais, teme o Chingale de Tete bem como o técnico Sérgio Faife, o seu inesquecível docente da bola. A sua meta é jogar pela selecção nacional, os Mambas.

Cidadão Diogo

Marcado para Novembro o seu noivado, Diogo Alberto vive maritalmente com a sua namorada em Maputo. Não sente peso algum em dividir-se em dois. Antes pelo contrário, vê a sua parceira como uma pessoa que o ajuda a ser melhor no futebol a cada dia. Para Diogo, futebol é vida e o seu meio de sustento.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!