Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

https://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.html
Publicidade

Arranca 2º Mestrado em Saúde Pública e Medicina Tropical

Screenshot_20211013-115635_WhatsApp

Arrancou, segunda-feira, 11 de Outubro, a segunda edição do curso de Mestrado em Saúde Pública e Medicina Tropical, ministrado pelo Instituto Superior de Altos Estudos e Negócios (ISAEN), uma unidade orgânica da Universidade Politécnica, a primeira e mais antiga instituição de ensino superior privado no País.

Trata-se de um curso através do qual se pretende reforçar, renovar e ampliar competências profissionais na área de saúde, em particular nas vertentes de saúde pública e medicina tropical.

Conforme explicou a directora do ISAEN, Irene Mendes, o curso irá dotar os profissionais de diferentes ramos da saúde de dados científicos actuais sobre as suas áreas de trabalho e interesse, bem como sedimentar os conhecimentos obtidos de forma empírica e reformular acções que não estavam a ser aplicadas correctamente.

“A Universidade Politécnica, através do ISAEN, assumiu o compromisso de participar na formação dos recursos humanos em diferentes áreas de conhecimento, pois entendemos que é nossa responsabilidade contribuir na busca de soluções dos vários problemas que afligem o País, em particular na saúde, na vertente de saúde pública”, frisou Irene Mendes.

Por isso, os graduados deste curso estarão preparados para intervir directamente na área de saúde, dinamizar acções e programas de saúde, assim como lidar com doenças tropicais (endémicas e não endémicas). “Esperamos, com este curso, capacitar os estudantes para um conhecimento global, actual e transnacional nas áreas de epidemiologia, saúde pública e medicina em regiões tropicais. Esperamos, igualmente, desenvolver competências nas áreas de prevenção, diagnóstico e controlo de doenças endémicas e/ou emergentes e capacitar os profissionais em matérias ligadas ao planeamento, à implementação e à análise crítica de projectos de saúde e medicina tropical”, realçou a directora do ISAEN.

Importa realçar que o curso de Mestrado em Saúde Pública e Medicina Tropical é de carácter profissionalizante, o que significa que será privilegiada a componente prática, através de aulas laboratoriais e visitas de estudo a instituições ligadas à saúde.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!