Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Arcebispo de Nampula diz que a manutenção da paz depende da justiça social

O Dom Tomé Makhuelia, arcebispo de Nampula, defende a promoção da justiça social em Moçambique como factor importante para garantir a manutenção da paz nas comunidades. E o Governo deve trabalhar no sentido de satisfazer a todos os cidadãos.

O responsável da igreja católica em Nampula, que falava neste domingo (18), numa cerimónia de inauguração da igreja católica da Paróquia Nossa Senhora da Paz, sita na unidade comunal de Nampaco, no bairro de Namutequeliua, algures na urbe, disse que Deus, como ser supremo, tem a capacidade de ouvir as preces do seu povo que clama pela manutenção da paz no país e no mundo em geral. Por isso, o respeito pelos direitos dos cidadãos deve ser garantido sem a distinção de níveis sociais nem de poderes políticos.

Todos os segmentos da sociedade empenham-se na manutenção da paz nas suas famílias e nas comunidades. Contudo, se faltarem condições para o efeito teremos violência e guerra resultantes da insatisfação de algumas pessoas que acham que os seus direitos são retirados em benefício de outros indivíduos, disse Dom Tomé Makhuelia.

Por exemplo, a falta de distribuição equitativa da riqueza está a contribuir para o descontentamento dos moçambicanos, por isso, o Governo deve estar pronto para encontrar soluções com vista a manter a unidade nacional, sugeriu o arcebispo.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!