Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Arcebispo anglicano Ignatius Kattey continua em cativeiro na Nigéria

O arcebispo anglicano Ignatius Kattey continua raptado há quatro dias mas os seus raptores ainda não deram sinal nem pediram resgate, segundo a Polícia do Estado de Rivers, rico em petróleo, no sul do país.

“Enquanto estamos a falar, os detetives e a nossa unidade de luta contra os raptos estão a gerir o caso. Eles começaram buscas importantes. Até agora, nenhum grupo ainda reivindicou nem fez pedido de resgate”, declarou, Trça-feira, a porta-voz da Polícia, Angela Agabe.

O arcebispo Kattey, igualmente bispo da província do Delta do Níger (norte), foi raptado, na noite da Sexta-feira última, com a sua esposa, enquanto se deslocavam de Elema a Port Harcourt, capital do Estado. Segundo a Polícia, a sua esposa foi mais tarde liberta, mas o arcebispo foi levado para um destino desconhecido.

“As perseguições iniciadas pela Polícia obrigaram os raptores a abandonarem a esposa do arcebispo ao longo do caminho”, explicou Agabe. Jovens de Eleme organizaram, Segunda-feira, uma manifestação na estrada muito frequentada Eleme-Port Harcour, de 20 quilómetros de comprimento, bloqueando-a durante uma hora.

Os raptos contra resgate são frequentes na Nigéria, particularmente na parte sul do país, onde os raptores atacam qualquer pessoa susceptível de lhes dar um forte resgate uma vez sequestrada.

A maioria dos reféns são geralmente libertos sãos e salvos, nomeadamente depois do pagamento dum resgate, mas as agências encarregues de segurança intervêm ocasionalmente para os libertar, indica-se.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!