Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Apuramento para o Mundial de Futsal: Moçambique inicia a corrida à Tailândia; SIGA todos os lances no TWITTER @verdademz

Apuramento para o Mundial de Futsal: Moçambique inicia a corrida à Tailândia; SIGA todos os lances no TWITTER @verdademz

A selecção nacional defronta neste sábado a partir das 20h no pavilhão da Académica a selecção da Zâmbia em jogo a contar para a primeira mão da segunda fase africana de apuramento ao Mundial de Futsal a decorrer na Tailândia no próximo mês de Novembro, de 1 a 18 de Novembro.

A selecção nacional, que vem treinando afincadamente para esta eliminatória, demostra-se confiante num resultado favorável facto demonstrado por Roberval Ramos, seleccionador nacional para o nosso jornal.

“Estamos prontos. Estamos há cerca de quatro meses a treinar com vista a este jogo e procuraremos tirar maior proveito do factor casa e levar vantagem para a segunda mão”.

Questionado sobre o seu adversário, Roberval reconhece a potencialidade e nutre todo respeito pelos “Xipolopolos” entretanto promete encarar o jogo com toda maturidade e com muita garra para levar adiante o seu sonho de levar a selecção nacional para o mundial.

Arcanjo Machava por sua vez, capitão da selecção nacional, pede ao público para que aflua em massa ao pavilhão da Académica neste sábado munidos de bandeiras e cores nacionais em manifesto apoio ao combinado nacional que tudo fará para dar um verdadeiro de show de bola.

 

Falta de competição interna pode ser motivo de desaire

Este é o entendimento da maior parte dos atletas que figuram na selecção nacional embora seja discordante para o seleccionador nacional que defende-se do tempo em que está no comando da selecção nacional tendo sido suficiente para manter a condição física e a competitividade dos seus atletas.

Para o capitão dos “Mambas do Futsal”, algum desaire do selecção nacional neste caminho ao Mundial, pode dever-se às diferenças que existem entre as selecções pois encontram-se em níveis extremamente diferentes em termos de competitividade sendo Moçambique sem nenhuma competição nacional.

Bruno, outro jogador, concorda com a opinião de que a falta de competitividade pode prejudicar o caminho que o país tem para chegar a Tailândia e pede a quem de direito para que reveja a questão para situações futuras.

Zâmbia reconhece a capacidade de Moçambique

A selecção dos “Xipolopolos” que já treina no pavilhão da Académica desde a passada quinta-feira para adaptação ao terreno, na voz do seu treinador assistente Maurio Saná diz estar pronta para embaraçar os sonhos de Moçambique de chegar ao Mundial primeiro neste sábado no pavilhão da Académica e depois na sua própria casa daqui a 15 dias.

Saná, diz conhecer ao extremo o seleccionador nacional Roberval Ramos e da sua capacidade técnica em comandar uma equipa. ” Por ele nutro todo respeito” disse.

De referir que esta é a segunda fase africana de apuramento ao Mundial da Tailândia. Na primeira Moçambique ficou dispensado devido a sua confortável posição no ranking da FIFA assumindo a 49ª até ao momento.

No historial de partidas, as duas equipas encontraram-se em 2008 na Líbia no campeonato africano da modalidade tendo a equipa nacional vencido por 9 a 2.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!