Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Apesar da Síria, o mundo está mais pacífico em 2012, revela uma pesquisa

Apesar da escalada do conflito na Síria e da crescente inquietação popular na Europa, o mundo tornou-se um lugar mais pacífico ao longo do último ano, segundo um estudo divulgado, esta Terça-feira, que destaca uma melhora na África.

O Índice Global da Paz, produzido pelo Instituto para a Paz e a Economia, com sede na Austrália e EUA, mostrou a primeira melhora em dois anos.

Pela primeira vez, a África Subsaariana deixou de ser a região menos pacífica do planeta, passando o posto para o Oriente Médio e Norte da África, regiões agitadas pela chamada “Primavera Árabe”.

A pesquisa aborda 158 países e leva em conta 23 indicadores, tais quais inquietação civil, criminalidade, gastos militares, envolvimento em conflitos armados e relações com os vizinhos.

Exceptuando-se o Oriente Médio, todas as demais regiões do mundo tiveram alguma melhora. O índice foi criado há seis anos pelo empreendedor australiano Steve Killelea. Para ele, vários factores motivaram a melhora.

Os gastos militares, por exemplo, começaram a cair, em parte devido à crise financeira global, e as relações entre governos nacionais têm melhorado bastante, com mais ênfase na diplomacia do que em conflitos armados para a solução de divergências.

“A melhora na relação com os Estados e uma maior relutância em recorrer à guerra é muito profunda, particularmente na África”, disse ele à Reuters em Londres.

“A gente viu uma redução muito significativa nos conflitos… Quando estive pela primeira vez em Uganda, há uns 15 anos, por exemplo, eles estavam a travar quatro guerras. Agora, não estão a travar nenhuma.”

A maior deterioração, segundo o estudo, ocorreu na Síria, mas vários outros países da região também pioraram. A rebelião contra o líder sírio, Bashar al Assad, tem sido cada vez mais sangrenta, especialmente nas últimas semanas, com relatos de vários massacres.

O relatório do ano passado mostrava que a violência associada à Primavera Árabe tornara o mundo um lugar menos pacífico, e a edição de 2010 indicou um aumento na inquietação popular global devido às dificuldades económicas.

Esses dois anos reverteram três anos anteriores de melhoras, e o nível da paz global em 2012 está agora quase exactamente igual ao de seis anos atrás, segundo Killelea.

A Somália continua a ser o país menos pacífico do mundo, diz o relatório, mas em geral os países africanos foram os que mais melhoraram, e, dentre eles, destaca-se o Zimbabwe, que está a estabilizar-se depois de anos de crise política.

Na América Latina, a maior melhora foi na relação entre Venezuela e Colômbia. Na Europa, a Grécia, mergulhada numa crise económica, despencou cerca de 40 posições no ranking ao longo de quatro anos. A Islândia continuou a ser o país mais pacífico do mundo, segundo esse ranking.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!