Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Anciã morre carbonizada em Magude

Uma idosa morreu carbonizada na sua palhota, na noite do dia 27 de Junho passado, no distrito de Magude. Suspeita-se que se trata de fogo posto por pessoas de má-fé.

Segundo testemunhas, o fogo foi ateado na porta da palhota da vítima e toda a casa ficou em chamas. A cidadã vivia com o seu neto menor de idade, órfão de pais e teria sido o mesmo a aperceber-se do incêndio numa altura em que ele a avó estavam a dormir. A criança tentou socorrer a avó mas devido à intensidade das chamas salvou-se.

O sobrevivente contou que quando saiu da palhota, o fago já havia atingido a sua rede mosquiteira e em pouco tempo o tecto desabou sobre a sua avó, facto que impediu a sua sobrevivência.

Os vizinhos foram despertados pelos gritos de desespero do menino. O corpo da vítima ficou completamente defeito a ponto de os outros anciãos ficarem aterrorizados. No dia seguinte, a população fez-se ao local enquanto o cadáver ainda estava em chamas. Presume-se que o desconhecido autor do crime tenha se vingado da idosa supostamente por ter sido enfeitiçado pela mesma, uma vez que vários indivíduos a acusavam de prática de magia negra no seu bairro.

A polícia esteve no local na manhã do dia 28 de Junho e autorizou a realização imediata do enterro acompanhado pelos líderes comunitários e pelos técnicos de saúde de Magude.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!