Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Alfândegas apreendem produtos falsos no porto da Beira

As Alfândegas de Moçambique confiscaram, na passada quarta-feira (25), no porto da Beira, em Sofala, cerca de caixas de pensos higiénicos e milhares de unidades de escovas de dentes aparentemente contrafeitos e importados da China. Os mesmos apresentavam datas de fabrico e prazo para o uso viciados.

O proprietário das mais de 2.600 caixas de pensos higiénicos de marca “Usual” encontrava-se foragido até ao fecho deste edição.

A empresa denominada “IvoneLisa”, que fabrica o produto em questão, está baseada na capital moçambicana, e disse que desconhece o assunto.

Porém, quando um dos contentores da mercadoria foi aberto pela equipa de fiscalização, constatou-se que na embalagem estava escrito que o produto tinha sido fabricado a 03 de Janeiro deste ano, na China, e o contentor foi apreendido a 12 do mesmo mês no porto da Beira.

Feitas as contas o contentor levou pouco mais de uma semana da China para Moçambique, contra uma média de 30 dias. “Estamos mais do que certo de que este é um produto contrafeito. Já temos um processo aberto sobre este caso”, disse António Camacho, em representação das Alfândegas.

Por sua vez, o cidadão de origem somaliana, dono das 48 mil unidades de escovas de dentes, disse que o seu produto de marca “Goldengate”, não é réplica da marca “Colgate”, ao contrário do que as Alfândegas supõe.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!