Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Alemanha pronta para expulsar milhares de “refugiados falsos” magrebinos

As autoridades alemãs tomaram quinta-feira última a decisão formal de expulsar milhares de cidadãos estrangeiros, essencialmente marroquinos, argelinos e tunisinos, que se fizeram passar por refugiados sírios para obter o estatuto de refugiados na Alemanha, noticiou esta sexta-feira a imprensa local.

Como medida transitória, as autoridades alemãs decidem instalar os “refugiados falsos” em centros de internamento em Bamberg e Manching, em Baviera, até que os seus pedidos de asilo sejam examinados, como já é o caso para os requerentes provenientes dos Balcãs que têm poucas possibilidades de obter o asilo.

Esta medida provisória foi tomada na sequência dum acordo entre a chanceler Angela Merkel e o chefe de Estado regional de Baviera, Horst Seehofer, visando este dispositivo tranquilizar a opinião pública, cada vez menos favorável, para o acolhimento de migrantes após a série de agressões de Colónia.

Segundo a imprensa marroquina e argelina, as autoridades dos respectivos países aceitaram recuperar os seus cidadãos cujos pedidos de asilo foram rejeitados.

A Albânia, a Bósnia, o Kosovo, a Macedónia, o Montenegro e a Sérvia foram colocados na lista dos países ditos seguros e os seus cidadãos têm por isso uma perspetiva muito fraca de poder instalar-se na Alemanha.

Em Dezembro de 2015, o número de requerentes de asilo marroquinos era de dois mil 896 contra 368 em Junho último, segundo o Ministério do Interior.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!