Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Alemanha 4 – Inglaterra 1, grande jogo e erro da arbitragem garantem vitória germânica

Alemanha 4 – Inglaterra 1

Rivais históricos, dentro e fora das quatro linhas, o Alemanha e Inglaterra disputado este domingo no estádio Free State Stadium, era também a repetição da final de 1966 só que o resultado havia sido bem diferente, há quarenta e quatro anos a Inglaterra venceu e ficou com a taça. Em 2010 a Alemanha derrotou o english team, com um ligeiro empurrão do trio de arbitragem que não assinalou golo, num remate bem colocado de Lampard que levou a jabulani a acertar no travessão e bater depois da linha do golo. 

Mas há que dar mérito a enorme criatividade do conjunto alemão, aos contra-ataques mortais e as grandes atuações de Thomas Müller e Mesut Ozil, que terão protagonizado um dos melhores jogos deste Mundial. Müller marcou dois golos e tornou-se o sétimo jogador a fazer três no Mundial. Já Özil foi mais uma vez o maestro da equipe e mostrou que, mesmo aos 21 anos, tem todas as condições de conduzir o grupo a voos mais altos. Miroslav Klose marcou o seu e chegou a 12 golos na história dos Campeonatos do Mundo, enquanto Lukas Podolski também fez balançar as redes de David James. Upson marcou o golo de honra dos súbditos de Sua Majestade, Isabel II.

A equipa de Fábio Capello até começou tentando manter a bola nos seus pés mas conseguir encontrar o caminho da àrea alemã. A Alemanha ameaçou por Ozil com penetrações rápidas, tendo numa delas obrigado ao guarda-redes James a aplicar-se.

Mas o English Team demorou 17 minutos para conseguir organizar sua primeira jogada ofensiva com um mínimo de sucesso. Na resposta o guarda-redes Neuer repôs a bola longa para Klose, perto da meia lua, que ganhou no corpo a corpo com o defesa Upson e rematou à saída má de James para inaugurar o marcador, o futebol pode ser simples que dois toques na jabulani resultaram no 1 a 0.

O golo atordoou a seleção inglesa, que ficou perdida em campo. Atacando sempre pela direita, os alemães, com Müller muito inspirado, tiveram chance de ampliar, Klose recebeu passe do camisa 13 e, livre, rematou por cima de James.

Aos 32 minutos, Klose foi à lateral direita e colocou em Müller na área, que de bandeja serviu Podolski, no lado esquerdo, o camisa 10 rematou com jeito por entre as pernas do guarda-redes A esta altura parecia que a Alemanha já inha o jogo ganho, puro engano.

A Inglaterra enfim acordou e aos 37 minutos, o English Team diminuiu por Upson que deu melhor seguimento de cabeça um cruzamento de Gerrard. O golo deu mais ânimo a equipa de Fabio Capello, que fez o segundo golo logo em seguida, Lampard rematou forte e colocado, a jabulani acertou no travessão e bateu no relvado para lá da linha do golo. Porém o àrbitro assistente e o àrbitro principal não viram isso e não assinalaram o golo, que teria empatado o jogo e poderia mudar o resultado final.

Na segunda parte, a Inglaterra voltou com o mesmo ânimo e a procura do golo “roubado”, Lampard marcou mais um livre e a bola novamente acertou o travessão logo aos 51 minutos. A Alemanha deixou a iniciativa do jogo com os ingleses e explorou o contra ataque.

Aos 67 minutos, Lampard marcou mais um livre à entrada da àrea germânica, a bola bateu na barreira e foi recuperada por Müller que então fez lançamento longo para Podolski, na ponta esquerda, este combinou com o campanheiro, que entretanto subira no terreno para acompanhar a jogada, e na entrada da área o camisa 13 rematou forte James ainda tocou na bola, mas não conseguiu fazer a defesa.

Novamente atordoados os ingleses nem perceberam o golpe de misericórdia, bola ganha pela defesa alemã, Klose lançou Özil, novamente na ponta esquerda o camisa 8 avançou até dentro da área, esperou que Mueller estivesse pronto e de bandeja serviu-lhe a jabulani para o quarto da Alemanha e segundo do médio.

Depois a Alemanha deixou o relógio correr, mantendo a posse de bola até ao apito final, a Inglaterra volta para casa com mais uma campanha decepcionante (uma vitória, dois empates e uma derrota).

Nos quartos de final, a Alemanha defronta, no próximo sábado, o vencedor a Argentina que derrotou o México.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!