Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Alarga-se atendimento à mulher vitima de violência doméstica

Os distritos de Mogincual, Meconta e Mecuburi, na província de Nampula, contam já com secções de atendimento à mulher e criança, vítimas de violência doméstica, no quadro dos esforços que estão sendo feitos pelo executivo com vista a alargar este tipo de atendimento a outras regiões daquela que é a província mais populosa de Moçambique.

 

 

A abertura das secções naqueles distritos, justifica-se pelo facto de se estar a registar o aumento do número de casos de violência doméstica sem que as vítimas, neste caso mulheres e crianças, sejam atendidas e assistidas por parte de instituições competentes.

Entretanto, um balanço feito recentemente pelo governo provincial de Nampula, indica que durante o ano passado foram registados mais de 2207 casos de violência doméstica dos quais 1362 de índole criminal e 845 de natureza cível.

Todavia, durante o período em referência, foram achadas e encaminhadas ao departamento de atendimento à mulher e criança vítimas de violência doméstica, no comando provincial da Polícia da República de Moçambique, 400 crianças, 236 tendo sido encaminhadas aos respectivos familiares e as restantes 164 à Direcção Provincial da Mulher e Acção Social.

Por conseguinte, e em função do aumento galopante de casos de violência doméstica em Nampula, as estruturas governamentais da província têm vindo a adoptar algumas estratégias com vista a combater o fenómeno junto das comunidades.

É assim que, no ano de 2010, foram promovidas, em diversas regiões e instituições públicas e privadas da província, 144 palestras de divulgação de medidas de prevenção e combate à essa violência, a Lei da Família, direitos da criança, pensão de alimentos, o respeito ao idoso e não abuso sexual da rapariga.

De acordo ainda com estatísticas do executivo provincial, no ano passado houve 14 casos de violação de menores com idades que variam entre 6 a 17 anos idade.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!