Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Hóquei: alaranjados campeões em Maputo mesmo sem ter jogado

O Estrela Vermelha de Maputo sagrou-se na última sexta-feira (08) vencedor do Torneio da Federação Moçambicana de Patinagem (FMP) depois de beneficiar da falta de comparência do seu rival, o Ferroviário de Maputo, no jogo da 5ª e penúltima jornada daquele certame. Para a mesma ronda o Desportivo de Maputo derrotou a Académica por 3 a 2.

Bastava apenas uma vitória aos alaranjados para festejarem a conquista de mais um título, por sinal o volta, voltou a não comparecer na catedral do hóquei moçambicano, o pavilhão do Estrela Vermelha.

Segundo oque @Verdade apurou, os locomotivas faltaram ao jogo diante dos alaranjados por falta de guarda-redes, pelo que o mesmo encontrava-se em missão do serviço, o mesmo problema que o afastou da partida da primeira volta.

“O Ferroviário de Maputo sempre que joga com Estrela Vermelha arranja motivos para não se fazer ao campo, acho que eles têm medo de serem goleados porque perderam os irmãos Esculudes, Maninho e Kiko, que eram as estrelas da equipa” disse um jogador dos alaranjados

Desportivo derrota Académica e segura o segundo lugar Para a mesma ronda

o Desportivo de Maputo bateu o Académica, também de Maputo, por 3 a 2, numa partida em os alvinegros tiveram que vestir o facto macaco para levar de vencida a formação estudantil.

Foi um embate em que vice-campeões nacionais e da cidade de Maputo entraram na mó de cima obrigando o seu rival a recuar para o seu sector mais recuado para evitar maus maiores na sua baliza.

O primeiro golo dos alaranjados foi apontado a passagem do minuto nove por intermédio de Félix Silva que, do meio da rua desferiu um remate indefensável para o guarda-redes da Académica.

O golo dos alvinegros despertou sobremaneira a armada estudantil que abandou o seu jogo ofensivo e começou a pautar o jogo de igual para igual. Mas mesmo assim o Desportivo continuava a ser a equipa com maior caudal ofensivo.

A equipa de Nelson Costa chegaria ao segundo golo a meio da primeira parte, Bruno que do meio da rua desferiu um forte remate que só foi cair no fundo das redes de Afonso Quinze. Com o 2 a 0 as duas equipas foram ao intervalo.

No reatamento a Académica entrou transfigurada e a passagem do quarto minuto desta etapa, Gamito reduziu para 2 a 1. Mas volvidos três minutos Beto Betencourt fez o terceiro para o Desportivo.

O máximo que os estudantis conseguiram antes do final do tempo regulamentar foi reduzir para 3 a 2.

Refira-se que na última jornada o Estrela Vermelha ira defrontar o Desportivo enquanto o Ferroviário medirá forças com a Académica.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!