Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Al Shabaab ataca Parlamento da Somália e mata quatro pessoas

O grupo Al Shabaab atacou neste sábado o Parlamento da Somália, matando pelo menos quatro pessoas numa operação com bombas e armas de fogo, classificada pela ONU (Organização das NaçõesUnidas) como “um ataque contra o povo”.

A ação, feita pelo mesmo grupo que causou a morte de 67 pessoas em um shopping no Quénia em 2013, começou com um carro-bomba no portão do complexo, que estava fortemente protegido. Depois disso, um homem-bomba detonou explosivos em seu corpo e um tiroteio começou, com duração de quatro horas. Um policia confirmou que quatro colegas morreram. A imprensa local afirmou que o total de mortos pode chegar a dezenas. Testemunhas da Reuters viram quatro corpos no local e um soldado que caiu do telhado do edifício após ser atingido por um tiro. Imagens televisivas da Reuters mostraram uma poça de sangue perto do local da explosão, e um homem com a camisa ensanguentada saindo correndo para longe da região.

Horas após a explosão inicial, um tiroteio e pequenas explosões ainda eram ouvidos no Parlamento. “Estamos por trás do carro-bomba, das explosões e do tiroteio dentro do chamado Parlamento somali, e ainda há fortes batalhas dentro do local”, disse o porta-voz do Al Shabaab, xeique Abdiasis Abu Musab.

O ataque no Parlamento, um edifício localizado a cerca de 300 metros do palácio presidencial e que é guardado por tropas da Somália e da União Africana, mostra que o grupo ligado à Al Qaeda permanece capaz de atingir o centro de Mogadíscio, apesar de ter sido expulso da capital há dois anos.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!