Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Água vai chegar para mais consumidores em Ressano Garcia

O novo sistema de captação e abastecimento de água potável recém-construído na vila fronteiriça de Ressano Garcia, no distrito da Moamba, província meridional de Maputo, vai aumentar o número de residentes com acesso ao precioso líquido, assim como contribuir para a redução de doenças de saúde pública associadas ao consumo de água não tratada.

O sistema, com capacidade para fornecer água durante 24 horas a um universo estimado em 800 famílias, está localizado no bairro de expansão, nascido do reassentamento dos agregados e instituições afectadas pelo projecto de fronteira de Paragem Única de Ressano Garcia/Lebombo.

O Posto Administrativo de Ressano, com um total de 8.772 habitantes, está assente sobre um maciço rochoso que torna extremamente difícil a captação e provisão do precioso líquido, até porque quando conseguida sai com teor salobra, sem no entanto se conhecer as quantidades presentes a água.

O novo sistema, que além de fornecer água aos residentes do novo bairro poderá levar a mais outros consumidores daquela vila, que enfrentam até então sérios problemas no acesso ao precioso líquido, facto que os colocava em situação de susceptibilidade à doença.

Aliás, naquela vila, tempos houve em que as pessoas eram frequentemente atacadas no leito da bacia do Incomati, por crocodilos sempre que lá se dirigiam em busca do precioso líquido.

Todavia, o novo sistema vai reduzir bastante todas as formas de risco que as comunidades de residentes corriam e contribuir para o alcance da meta do Objectivo de Desenvolvimento do Milénio de reduzir para metade a proporção de pessoas sem acesso a água potável segura até 2015.

Segundo um dos relatórios do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), no decénio 1990 e 2010, mais de dois mil milhões de pessoas no mundo inteiro passaram a ter acesso a fontes de água melhoradas, como abastecimento canalizado e poços protegidos.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!