Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Agua potável chegara a mais de 240 mil pessoas

Cerca de 240 mil habitantes das cidades de Chimoio, Manica e Gondola, bem como dos aglomerados do corredor da Beira, concretamente na regiões de Messica e Bandula, na zona centro de Moçambique, terão acesso à água potável, a partir dos próximos dois anos.

Para o efeito, o Governo de Moçambique, através do Ministério das Obras Públicas e Habitação (MOPH), está a desenvolver o projecto de construção do sistema de abastecimento de água de Chicamba, na província de Manica.

O projecto, avaliado em 31 milhões de Euros, equivalente a 1,149 milhões de meticais, arranca no próximo dia 22 do corrente mês com o lançamento da primeira pedra. O mesmo visa a construção de um novo sistema de abastecimento de água na zona Centro do país.

Segundo o Presidente do Conselho de Administração (PCA) do Fundo de Investimento e Património de Abastecimento de Água (FIPAG ), Nelson Beete, a obra vai durar 30 meses (dois anos e seis meses). “O Projecto orçado em 31 milhões Euros, vai servir as cidades de Chimoio, Manica e Gondola, e aos aglomerados do corredor da Beira, localizados entre Gôndola e Cidade de Manica, nomeadamente Messica e Bandula.

Este projecto vai beneficiar cerca de 240 mil pessoas e toda a obra será concluída em 30 meses”, explicou. Beete revelou estas informações a jornalistas durante o XVII Conselho Coordenador do MOPH, que decorre desde a última segunda-feira, no posto administrativo de Chidenguele, distrito de Mandlakazi, província meridional de Gaza.

Beete sublinhou que apesar das obras terem a duração de 30 meses, algumas cidades abrangidas poderão beneficiar de água ainda durante sua execução. Este projecto é financiado pelos Governos de Moçambique e da Holanda, cujos acordos foram rubricados a 1 de Fevereiro de 2007, na capital moçambicana, Maputo. O Conselho Coordenador do MOPH decorre até a próxima quarta-feira e visa fazer o balanço das actividades desenvolvidas ao longo do presente quinquénio, que está prestes a terminar.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!