Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Agente da Casa Militar detido por envolvimento no roubo de gado

Um agente da Casa Militar, a guarda presidencial, identificado com o nome de Jerónimo Pinto Júnior, foi detido pelas autoridades policiais moçambicanas indiciado de envolvimento no roubo de gado bovino no distrito da Moamba, província de Maputo, na zona sul de Moçambique.

O roubo, segundo o diário “O Pais”, terá ocorrido na noite da última sexta-feira, na vila-sede do distrito da Moamba, cerca de 75 quilómetros da cidade de Maputo, a capital do país, onde quatro suspeitos terão invadido um curral e roubado duas cabeças de gado.

Durante a operação, os acusados usaram uma carrinha de marca Toyota Hilux, com a chapa de matrícula com a inscrição MLN 81-37, actualmente parqueada nos Serviços Distritais de Actividades Económicas.

Os criadores da Moamba dizem ter ficado estupefactos quando se aperceberam que o líder da quadrilha era membro da Casa Militar, uma unidade que tem a missão de garantir a segurança do Presidente da República.

Na companhia de Jerónimo Pinho Júnior foram capturados os seus comparsas, nomeadamente Momad Tamele, professor do ensino primário no posto administrativo de Sábiè; Josefa Mabasso e Salvador Tovela, ambos desempregados e residentes na vila da Moamba.

Segundo os criadores de gado da Moamba, Jerónimo Pinho Júnior e Momad Tamele foram capturados cerca de 01.00 hora da madrugada de sábado, na posse das duas cabeças e os restantes, Salvador Tovela e Josefa Mabasso, na tarde do mesmo sábado. Segundo as fontes continuam fugitivos dois supostos membros da quadrilha identificados apenas por Chiquinho e Juvêncio.

Os membros da Associação Agropecuária e Industrial da Moamba-sede (ASSAPIMO), agremiação criada em 1987, dizem que nunca tinham vivido uma situação tão dramática como a que agora enfrentam, com a intensificação do roubo de gado nos últimos anos, e exigem a demissão imediata do comandante distrital da polícia por, alegadamente, colaborar com os ladrões de gado.

Os criadores da Moamba dizem que tornou-se difícil, ou quase impossível, conviver com o comandante que, nos últimos tempos, é também acusado de ameaçá-los caso não obedeçam as suas decisões e de se ter apoderado de uma carrinha de marca Ford apreendida durante uma operação contra ladrões de gado.

A carrinha, segundo conta uma criadora de gado local, foi desviada pelo comandante depois de lhe ter sido atribuída pelo tribunal na leitura de uma sentença contra quatro réus condenados por terem roubado o seu gado.

Segundo disse a carrinha deveria ser vendida para repor o produto roubado, ordem que nunca foi cumprida porque a viatura está na posse do comandante.

Jeremias Muthisse, Presidentes da ASSAPIMO, diz que apenas nos últimos seis meses os ladrões roubaram mais de 100 cabeças de gado bovino naquele ponto do país.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!