Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Afrotaças: Ferroviário goleia Mitsamiouli das Comores

O Ferroviário de Maputo, campeão moçambicano em título, goleou, no domingo, na capital do país, o “AC Mitsamiouli” das Ilhas Comores por quatro bolas a uma, em partida referente a segunda-mão de apuramento para os dezasseis-avos-de-final das Afrotaças 2010.

O primeiro tento do encontro foi apontado aos sete minutos, quando um central do Mitsamiouli, na vã tentativa de desviar um cruzamento do clube “locomotiva”, acabou encaminhando o esférico à própria baliza, abrindo assim o marcador. Os primeiros 45 minutos do jogo disputado no Estádio da Machava, catedral da modalidade, terminaram com a vantagem dos locomotivas que conseguiram manter um excelente domínio da posse de bola, não obstante as investidas do adversário na tentativa de chegar a igualdade e quiçá a vantagem.

No reatamento, a turma anfitriã aumentou a vantagem logo aos quatro minutos por intermédio de Jerry que, na sequência de um cruzamento do seu colega Luís, rematou em grande estilo (pontapé bicicleta), para o fundo das malhas da baliza do guarda-redes do Mitsamiouli. Os locomotivas adiantavam-se assim no marcador para o gáudio dos seus adeptos e outros amantes do “desporto rei” que afluíram ao “Vale do Infulene” para puxar pelo clube moçambicano. Os cânticos ensurdecedores e o toque da famosa corneta plástica galvanizaram ainda mais os jogadores no piso sintético da Machava.

Volvidos 15 minutos da etapa complementar, Danito Parruque aumentou a vantagem para três bolas e estava visível e consumada a vitória dos locomotivas que, na partida da primeira-mão, venceram, em Moroni, capital das Comores, por cinco bolas a três. Aos 34 minutos da partida, Jerry voltou a marcar elevando para quatro a vantagem dos locomotivas e a festa era imensurável nas bancas do Vale do Infulene, em tarde de temperatura amistosa, depois das fortes descargas pluviométricas de Sexta-feira a tarde, na capital moçambicana.

Mas aos 41 minutos, o Mitsamiouli ainda conseguiu um tento de consolação, na sequência de um livre directo que embateu na barreira, mas que na recarga violou a rede do guarda-redes Momed, que, por sinal, foi quem derrubou o atacante do clube adversário e castigado com um cartão amarelo. O trio de arbitragem que dirigiu o encontro veio de Angola e teve uma excelente prestação em campo.

O Costa do Sol, vencedor da edição 2009 da Taça, joga domingo com o União Flamingo Santos do Botswana, em partida da segunda-mão da Taça CAF.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!