Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Afrobasket: Ausência do Zimbabwe mancha o arranque da festa do basquetebol em Maputo

Afrobasket: Ausência do Zimbabwe mancha o arranque da festa do basquetebol em Maputo

Arrancou nesta sexta-feira (20) em Maputo, a 23ª edição do Campeonato Africano de Basquetebol sénior feminino, o Afrobasket. Moçambique não jogou em virtude da selecção zimbabweana, sua adversária, não ter chegado ao país até à hora do embate.

Foi a grande mácula do arranque do Afrobasket de Maputo, certame que será disputado até ao próximo dia 28 no pavilhão do Maxaquene, na baixa da cidade. A equipa zimbabweana não chegou a tempo de defrontar a nossa selecção na partida mais aguardada do dia. Segundo o presidente da Federação Moçambicana de Basquetebol e presidente do Comité Local de Organização deste certame, Francisco Mabjaia, o país vizinho optou por se deslocar tardiamente a Maputo e por via terrestre, o que lhe terá impossibilitado de estar no pavilhão de Maxaquene no início da noite.

Ademais, Mabjaia clarifica que o Zimbabwe teve acesso ao calendário da prova no dia 30 de Agosto, não havendo nenhum fundamento para a postura da delegação daquele país vizinho, que só chegou a Maputo na madrugada deste sábado. Assim sendo, esta partida fica adiada para a próxima segunda-feira (23) às 19 horas, dia inicialmente marcado para o descanso.

A estreia das Samurais está agendada para este sábado diante do Egipto.

E no pontapé de saída, a selecção senegalesa, integrada no grupo A juntamente com Moçambique, destronou a sua congénere do Egipto por 100 a 69, numa partida em que as “faraós” revelaram total desacerto para enfrentar a equipa adversária. Noutro jogo do grupo, a Costa do Marfim teve imensas dificuldades para arrancar uma vitória diante da Algéria por 56 a 48.

Campeãs começam a defesa do título com vitória

As campeãs africanas em título, Angola, derrotaram a Nigéria por 60 a 46. Até ao fim do primeiro período, a equipa angolana vencia por escassos dois pontos, tendo chegado ao intervalo a vencer por 25 a 22. Nos restantes períodos desta partida bastante intensa, a turma nigeriana não conseguiu fazer melhor senão marcar somente 24 pontos, contra as campeãs em título que chegaram à marca dos 60.

Ainda a contar para este grupo, o actual número um do ranking africano, o Mali, derrotou o Cabo Verde por 73 a 62.

Quadro completo de resultados do primeiro dia:

Egipto 69 – 100 Senegal (Grupo A)

Mali 73 – 62 Cabo Verde (Grupo B)

Camarões 73 – 62 Kenya (Grupo B)

Angola 60 – 46 Nigéria (Grupo B)

Moçambique – Zimbabwe (Grupo A: adiado)

Costa do Marfim 56 – 48 Algéria (Grupo A)

Jogos deste sábado (21 de Setembro)

10h00: Nigéria X Kenya (Grupo B)

12h15: Zimbabwe X Algéria (Grupo A)

14h30: Mali X Camarões (Grupo B)

16h45: Cabo Verde X Angola (Grupo B)

19h00: Egipto X Moçambique (Grupo A)

21h15: Senegal X Costa do Marfim (Grupo A)

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!