Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

África perde cerca de 36,8 mil milhões de euros/ano por crimes financeiros

O Painel de Alto Nível da União Africana (UA) sobre Ilícitos Financeiros estimou em 36,8 mil milhões de euros o valor dos prejuízos provocados pelos crimes financeiros em África, defendendo a cooperação continental para o estancamento do problema.

Os danos causados pelos delitos financeiros a África foram enfatizados esta quinta-feira em Maputo pelo antigo Presidente sul-africano Thabo Mbeki, responsável pelo Painel de Alto Nível da UA sobre Ilícitos Financeiros.

Em declarações à imprensa, após um encontro com o Presidente moçambicano, Armando Guebuza, Thabo Mbeki apontou a cooperação continental como determinante para o estancamento de delitos financeiros em África.

“É importante que este mal seja combatido em conjunto para que o continente africano possa aplicar o valor desviado pelos ilícitos financeiros na resolução dos problemas de pobreza e em actividades de desenvolvimento”, disse. Segundo Thabo Mbeki, a luta contra os ilícitos financeiros exige uma articulação de esforços entre entidades relevantes de todos os países do continente.

“Na procura de formas para eliminar este mal, que faz com que o continente perca muito dinheiro, em Moçambique vamo-nos reunir com membros do Governo, representantes da Polícia, das Alfândegas, agentes económicos e com membros da sociedade civil”, adiantou.

Do Presidente moçambicano, Thabo Mbeki diz ter recebido o compromisso do país no combate à criminalidade financeira, através da aposta na cooperação com o Painel de Alto Nível da UA sobre Ilícitos Financeiros.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!