Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

África Ocidental é um dos primeiros produtores de cannabis no mundo, diz ONU

A África Ocidental constitui um dos primeiros produtores do cannabis e representa um local de trânsito das drogas da América Latina e das Caraíbas para a Europa, indicou sexta-feira em Dakar o representante do Escritório Ofical das Nações Unidas contra a Droga e Crime (ONUDC), Pierre Lapaque.

Segundo a agência PANA, Lapaque sublinhou que será difícil de lutar contra o seu consumo na sub-região devido ao clima que se adapta bem à sua cultura, falando durante uma conferência de imprensa conjunta organizada pela Organização Mundial das Alfândegas (OMD) e pela Alfândega senegalesa, no quadro da divulgação dos resultados da operação COCAIR IV.

Segundo os resultados da operação COCAIR para 2013, cerca de 100 apreensões foram operadas em 30 aeroportos internacionais em África, durante as quais 181 quilos de cocaína, mil e 700 quilos de cannabis e 40 quilos de metanfetamina (droga química) foram descobertos.

Na mesma perspetiva, Lapaque defendeu a assistência dos dependentes, em particular a juventude que é uma camada vulnerável a este problema.

«É certo que é preciso realmente lutar contra o tráfico de droga. É evidente. Mas é preciso igualmente estar pronto para assistir a juventude africana », considerou. «Os jovens drogados devem ser assistidos, para que a sua situação não influa no futuro das elites vindouras da sub-região », sublinhou.

A operação COCAIR IV foi empreendida pela OMD em colaboração com o Escritório das Nações Unidas contra a Droga e Crime (ONUDC), a Policia Internacional (INTERPOL), a Comissão Europeia e o Canadá.

Ela arrancou em dezembro de 2008 graças ao financiamentos da Comissão Europeia e do Canadá com a participação dos países como a África do Sul, o Benin, o Brasil, o Burkina Faso, o Burundi, os Camarões, Cabo Verde e o Congo. Também contribuíram a Costa do Marfim, o Gabão, a Gâmbia, o Gana, a Jamaica, o Quénia, a Libéria, o Mali, Marrocos, a Mauritânia, o Níger, a Nigéria, a República Centroafricana, a República Democrática do Congo, a República Dominicana, o Senegal, a Serra Leoa, o Tchad e o Togo.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!