Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Afeganistão: dois soldados americanos, 10 rebeldes e sete policiais mortos

Dois soldados americanos e dez rebeldes morreram este sábado após um ataque insurgente contra uma base militar no sudeste do Afeganistão, enquanto sete policiais morreram no sul do país, informaram as autoridades, a Otan e o exército dos Estados Unidos.

O exército americano continua este sábado a ampla ofensiva lançada na última quinta-feira contra os talibãs na instável província de Helmand (sul), da qual ainda não foi divulgado nenhum balanço. Até o momento, os americanos falam apenas em “fortes combates”.

Este sábado, rebeldes explodiram uma bomba de fabricação caseira em frente a uma base militar americana no distrito de Zerok, na província de Paktika (sudeste). “Dois soldados americanos morreram e quatro ficaram feridos”, indicou à AFP o porta-voz militar Charles Marsh.

A Força de Assistência à Segurança (Isaf), da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), confirmou a morte dos dois militares americanos. De acordo com Hamidulah Zhwak, porta-voz da província, os rebeldes colocaram a bomba debaixo de um caminhão de combustível. “Logo depois da explosão, a base foi alvo de disparos inimigos e recebeu apoio aéreo”, acrescentou Marsh. Pelo menos 10 rebeldes morreram em um bombardeio aéreo e um foi capturado, segundo a Isaf.

As autoridades afegãs, por outro lado, divulgaram um balanço mais alto, falando em 22 rebeldes mortos, segundo o ministério do Interior, e 32 rebeldes mortos, de acordo com Zhwak, que também afirma terem sido oito os insurgentes capturados. As duas mortes elevam para 89 o número de soldados americanos mortos no Afeganistão em 2009, contra 155 em todo o ano de 2008, segundo cálculos da AFP baseados em dados do site independente icasualties.org.

Na província de Kandahar (sul), sete policiais morreram neste sábado quando uma bomba explodiu sob o veículo em que estavam, anunciou o ministro afegão do Interior.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!