Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Adolescente sequestrado na Beira violentado e assassinado

Um adolescente moçambicano, identificado pelo nome de Ahmad, sequestrado das imediações da residência dos seus pais no centro da cidade da Beira, a capital da província central de Sofala, foi encontrado nesta segunda-feira (28) assassinado após ter sido esquartejado e queimado.

Segundo fontes próximas da família, o menor estava a brincar quando foi levado pelos criminosos, na passada terça-feira (22), que posterior telefonaram a exigir um resgate no valor de 100 mil dólares norte.americanos.

O pai do jovem, identificado pelo nome de Rachid, segundo várias fontes um pequeno comerciante proprietário de uma tabacaria, prontificou-se a conseguir o valor exigido contudo precisava de algum tempo.

Entretanto os sequestradores enviaram pelo menos um vídeo intimidatório onde se pode ver o adolescente amarrado pelos braços nas costas, claramente debilitado, a implorar “papá, mamã entreguem o que eles querem eu não estou a conseguir ficar aqui, eu não como não bebe… por favor”. Após várias diligência o pai conseguiu reunir a quantia exigida e aguardou o contacto dos sequestradores.

Nesta segunda-feira (28) o senhor Rachid foi contacto pelos criminosos que lhe deram instruções para levar o valor até um local indicado, que apenas conseguimos averiguar ser numa lixeira.

Após a entrega contactou o sequestradores que, ao contrário do contacto inicial, disseram que o prazo havia-se esgotado e o seu filho já tinha sido assassinado e que o corpo podia ser encontrado próximo da fábrica de cimentos no Dondo, um município localizado a cerca de 30 quilómetros da cidade da Beira.

O pai dirigiu-se ao local e encontrou o corpo do seu filho esquartejado, com pelo menos um dos membros superiores cortado, e com várias partes do corpo com queimaduras.

DECIDIMOS PARTILHAR ESTAS IMAGENS CHOCANTES COMO FORMA DE ALERTAR A NOSSA SOCIEDADE SOBRE A ESCALADA DESTES CRIMES QUE AS AUTORIDADES PARECEM IGNORAR. AS NOSSAS SINCERAS DESCULPAS AOS PAIS E FAMILIARES DA VÍTIMA E AOS LEITORES MAIS SENSÍVEIS.

{youtube}mFeUGliJPcs{/youtube}

 

{youtube}kclfJUaGVQ0{/youtube}

O sequestro deste adolescente foi um dos sete que registamos na semana passada, nas cidades de Maputo e Beira.

Sequestrada foge do cativeiro na Machava

Entretanto uma das vítimas, identificada pelo nome de Rizana, esposa de um empresário moçambicano, conseguiu fugir no sábado (26) do seu cativeiro no bairro de Bunhiça na cidade da Matola, na província de Maputo.

A cidadã afirma ter reconhecido um dos seus sequestradores a trabalhar normalmente na esquadra da polícia da Machava, para onde se dirigiu para denunciar os seus algozes.

Não temos nenhum informação sobre as restantes vítimas de sequestros na semana passada.

Por outro lado, apesar do agravamento da onda de sequestros, em Maputo e na Beira, não houve ainda nenhum pronunciamento oficial dos altos Comandos da Polícia da República de Moçambique, do Ministério do Interior, da Procuradoria ou de qualquer outro alto dirigente moçambicano sobre o assunto.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!