Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Acidentes de viação matam em Maputo

Quatro pessoas morreram no período entre sábado e as primeiras horas de segunda-feira, em consequência de acidentes de viação registados nas estradas de Maputo, segundo anunciou a Polícia da República de Moçambique (PRM) na capital moçambicana. Além dos quatro óbitos, houve registo ainda de um ferido grave e danos materiais avultados.

Segundo o jornal Diário de Moçambique, que cita o porta-voz da PRM na cidade de Maputo, no período em análise foram reportados cinco acidentes de viação, contra três de igual período de 2010. Samuel Mudumane explicou que constituíram causas dos acidentes o excesso de velocidade e a condução em estado de embriaguez. Prova disso, sustentou, é que, de 77 automobilistas submetidos a testes de alcoolemia, 34 haviam bebido acima do permitido para quem esteja a conduzir, tendo sido multados por essa razão.

Quanto à situação criminal, a PRM na capital do país afirma não ter registado qualquer caso que mereça registo. “Não registamos nenhuma situação relevante durante o Natal. Por isso, consideramos que a cidade está calma e tudo faremos para que este ambiente continue”, sublinhou o porta-voz da corporação.

Aliás, foi devido aos acidentes de viação que o Serviço Nacional de Salvação Pública foi chamado a intervir de 23 a 25 de Dezembro, para acudir a uma situação de morte e outra de ferimento. No mesmo período, os Bombeiros tiveram que intervir para debelar um incêndio, que ocorreu na cidade de Maputo, num Posto de Transformação (PT) de energia eléctrica. Fazendo o balanço das intervenções do Serviço Nacional de Salvação Pública em todo o país, de 16 a 22 de Dezembro, o porta-voz daquela instituição, David Cumbana, indicou ter havido um acréscimo de quatro solicitações em comparação com a semana anterior.

No total, o serviço foi solicitado a acudir a 20 situações, contra 16 da semana anterior, sendo dez incêndios, oito acidentes de viação, um afogamento e um naufrágio. Cumbana disse que os acidentes resultaram em sete mortos, cinco dos quais nas estradas e dois por naufrágio de embarcações.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!