Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Acidentes de viação matam cem pessoas

Pelo menos 100 pessoas morreram em Moçambique em consequência de acidentes de viação registados no país nas últimas duas semanas, relevou terça-feira, em Maputo, fonte policial. Segundo o porta-voz do Comando-Geral da Polícia moçambicana (PRM), Pedro Cossa, 52 dessas mortes ocorreram na semana passada em consequência de 106 acidentes de viação que também resultaram em 174 feridos, 84 dos quais em estado grave.

“Se somarmos os 84 feridos graves da semana passada mais os 64 do período similar anterior e os 92 feridos ligeiros mais outros cem feridos ligeiros da semana anterior, o quadro é mesmo preocupante”, considerou Cossa, que falou terça-feira à imprensa durante o habitual briefing sobre a situação operativa semanal da Polícia.

“Há que considerar que dos indivíduos feridos de forma grave existem aqueles que podem não resistir aos ferimentos…”, alertou Cossa, considerando o drama de acidentes de viação como sendo desolador. Um dos acidentes ocorridos na semana passada é o que foi perpetrado, segunda-feira, por um homem embriagado nas proximidades do bairro do Alto-Maé, cidade de Maputo. Segundo conta a Polícia, o homem terá arrancado as chaves de uma viatura das mãos do seu legítimo proprietário no bairro de Xipamanine, arredores da cidade, tendo depois se introduzido no carro e iniciado a mortífera marcha em direcção ao Alto-Maé.

Chegado a um determinado local, a viatura do criminoso despistou e foi embater num bar, atropelando um total de 12 pessoas. Todas ficaram feridas, não havendo, por sorte, nenhum morto. Associada a outros factores, a condução em estado de embriaguez constitui uma das maiores causas de sinistros nas estradas moçambicanas. Os dados da Polícia indicam a apreensão, só na semana passada, de um total de 74 cartas de condução devido ao excesso de álcool no sangue dos seus titulares quando surpreendidos a conduzir.

Durante o mesmo período, a PRM fiscalizou 11.594 viaturas, trabalho que resultou na aplicação de 2.260 multas devido ao cometimento de diversos tipos de infracções. Ainda na sequência da mesma operação, a Polícia apreendeu 358 cartas de condução por causa de condução em excesso de velocidade pelos seus titulares e 83 livretes devido ao estado irregular das viaturas. Por outro lado, 16 pessoas foram detidas em consequência de condução ilegal.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!