Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Acidentes de viação continuam mortíferos no pais

Oito pessoas morreram e outras 22 contraíram ferimentos, entre graves e ligeiros, durante as últimas 48 horas, em consequência de dois acidentes de viação ocorridos ao longo das Estradas Nacionais Números Um (EN1) e Quatro (EN4), na província de Maputo, sul de Moçambique.

Um dos sinistros ocorreu, na ultima sexta-feira, na zona de Ressano Garcia junto à Fronteira com a África do Sul, quando um camião e uma viatura de transporte de passageiros, por sinal semi-colectivo, se embateram frontalmente, causando seis mortes e 19 feridos, todos em estado grave.

O semi-colectivo transportava passageiros, maioritariamente cidadãos nacionais que vinham da África do Sul por ocasião da quadra festiva alusiva à Páscoa. O outro sinistro deu-se na quinta-feira, na vila da Manhiça, tendo resultado em dois mortos e três feridos. Este acidente envolveu uma viatura ligeira e uma camioneta que transportava sacos de carvão. As autoridades policiais apontam como causas destes sinistros o excesso de velocidade, sendo que, para o caso do acidente de Ressano Garcia, se acresce o cansaço do motorista pelo facto de ter andado longas horas sem repousar.

Refira-se que desde a última quinta-feira a Trans African Concessions (TRAC), operadora da auto-estrada Maputo/ Witbank (EN4), está a implementar um programa visando garantir a segurança naquela via que liga Moçambique e África do Sul, num exercício destinado a proporcionar viagens seguras e reacções rápidas de assistência em caso de acidentes. O excesso de velocidade, a condução em estado de embriagues e o intenso tráfego que se tem verificado nas estradas moçambicanas concorrem para as principais causas dos acidentes de viação que têm vindo a ceifar vidas humanas em Moçambique.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!