Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

“A votação é das 7 às 18 horas, quem aparecer depois não vai votar”

O Porta-voz da Comissão Nacional de Eleições (CNE), Lucas José, disse esta tarde que o processo de votação nas eleições intercalares nas autarquias de Quelimane (Zambézia), Cuamba (Niassa) e Pemba (Cabo Delgado), está a decorrer perfeitamente, sendo que até ao momento ainda não se registaram problemas ou incidentes de grande calado, “o que tem se registado são questões relacionadas com a falta de nomes de alguns eleitores nas listas das mesas de voto e morosidade no processo por parte dos membros das mesas, estes que mostram algumas dificuldades no uso do livro digital para localizar os nomes dos eleitores inscritos”, reconhece para no entanto, acrescentar que é encorajador o facto de haver muitos eleitores que afluem às mesas de voto para exercerem o seu direito e dever cívico.

No entanto, Lucas José apela a que os munícipes eleitores e não só reconheçam e respeitem as diferenças das cores partidárias, sendo que devem manter o ambiente de tranquilidade e calma que tem prevalecido no decurso deste processo.

O Porta-voz da CNE disse de pés afincos que o processo de votação nas três autarquias (Cuamba, Quelimane e Pemba) iniciou às 7 horas da manhã, sendo que o seu término será às 18 horas, “quem aparecer na mesa de voto depois desta hora, não vai poder exercer o seu direito de voto, mas se até esta hora houver nas assembleias de voto eleitores que ainda não votaram, vão aguardar que chegue a sua vez para votar”, ajunta.

Espera-se que até esta noite de hoje, depois da votação nas mesas de voto, se faça a contagem parcial dos votos e só amanhã. A nossa reportagem soube junto da Comissão Nacional de Eleições que até amanhã dia 8, os resultados provisórios serão divulgados a partir da sede da CNE. Para o efeito, todos os resultados parciais deverão ser colocados nas assembleias ou mesas de voto e depois enviados à Comissão Nacional de Eleições, que mobilizou observadores nacionais e estrangeiros para assistirem de perto o processo.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!