Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

A Semana

 

Conselho Eleitoral validou eleições de 19 de Novembro

O Conselho Constitucional validou, sexta-feira última, os resultados das eleições autárquicas de 19 de Novembro, confirmando, por um lado, a vitória da Frelimo em 41 Municípios e, por outro, a retumbante derrota da Renamo.

De referir que aquele órgão também validou a vitória de Daviz Simango na Beira.

No entanto, Rui Baltazar referiu que a alegada validação tardia dos resultados, segundo alguns círculos de opinião que se baseiam no artigo 118 da Lei Eleitoral que estabelece que a divulgação dos resultados seja efectuada até 15 dia após o acto eleitoral, deve ser entendida com um “manifesto lapso”.

Segunda volta vai custar sete milhões ao Estado

Nas passadas eleições de 19 de Novembro o Município de Nacala-porto não conheceu o futuro edil, dado que os dois concorrentes ao cargo não obtiveram, nas urnas, mais de metade dos votos validados.

Os resultados de daquela autarquia conferem ao candidato da Frelimo, Chale Ossufo, 21.868.868.227.036 votos, correspondentes a 49.8%, enquanto que o candidato da perdiz e actual edil daquele Município, Manuel dos Santos, obteve 21.381.431.218.012, equivalentes a 47.8%.

Recorde-se que, no caso de segunda volta se procede a um segundo escrutínio, no qual concorrem os dois candidatos mais votados na primeira volta de acordo com o ponto 1, do artigo 127 da Lei Eleitoral Autárquica.

Diarreias e vómitos em mais três distritos

Mais três distritos da província de Nampula, designadamente Meconta, Malema e Eráti, notificaram durante o último fim-de-semana casos de diarreias e vómitos, embora ainda não se possa falar de cólera. Apenas dois do total de 21 distritos que constituem a província de Nampula ainda não foram atingidos. Dada a gravidade da situação, as autoridades sanitárias locais decretaram um alerta laranja e o Ministério da Saúde despachou para aquela parcela do país consideráveis quantidades de soros e outros medicamentos para fazer face à situação. Localmente, as equipas médicas estão a ser reforçadas e enviadas para todas as localidades para monitorarem a evolução da situação.

 

 

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

error: Content is protected !!