Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

7 de Setembro : Acordos de Lusaka partidarizados em Nampula

O delegado do Movimento Democrático de Moçambique (MDM) em Nampula, Mário Albino, é de opinião de que o dia 7 de Setembro, Dia dos Acordos de Lusaka, ontem assinalado em todo o país, foi, no município da capital de Nampula, caracterizado por uma clara partidarização por parte da representação do Estado.

Para além da data ter servido para o partido no poder fazer a abertura da sua capanha eleitoral. Albino afirmou à nossa reportagem que, não apenas o MDM, mas todos os partidos da oposição presentes na cerimónia da Praça dos Heróis não foram autorizados a apresentar as suas mensagens alusivas à efeméride, apesar de terem manifestado esse interesse à representação do Estado na cidade de Nampula, com uma antecipação de cinco dias.

Fui colhido de surpresa quando as estruturas organizadoras do evento me proibiram a ler a mensagem do meu partido, apesar da autorizado que me havia sido concedida para tal. Desabafou Mário Albino, visivelmente agastado, acrescentando que a rejeição pressupõe alguma espécie de receio por parte da Frelimo.

Comentando sobre o assunto, Agostinho Trinta, Primeiro Secretário da Frelimo em Nampula, disse que a alegada exclusão dos demais partidos no programa de apresentação de mensagens terá derivado de um mero esquecimento dos organizadores da cerimónia.

 

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!