Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

60 segundos com Deolinda Wicht

60 segundos com Deolinda Wicht

É uma das poucas mulheres moçambicanas no mundo dos negócios, e um dos rostos mais visíveis no ramo de mobiliário de escritório. Nasceu em Maputo e é empresária há 18 anos. Acredita no empenho e na persistência como os principais ingredientes para transformar os sonhos em realidade. Aos 43 anos de idade, o seu maior desejo é concluir o seu projecto de desenvolvimento do país. Assim é Deolinda Langa Wicht.

@V- Há quanto temo é empresária? Deolinda Wicht

(DW) – Há sensivelmente 18 anos.

@V – Como entrou para o mundo empresarial?

DW – Foi uma iniciativa que tive há uns anos atrás quando Moçambique se abriu para a economia do mercado. Já tinha essa ideia de ser empresária, de ser empreendedora, então comecei por abrir uma empresa de mobiliário de escritório e até hoje dedico-me a esta actividade.

@V – É casada?

DW – Sim. Sou casada.

@V – Tem flhos?

DW – Sim, tenho duas meninas.

@V – O que gosta de fazer nos seus tempos livres?

DW – Gosto de ler e continuar a formar-me. Neste momento, estou a fazer mestrado na área de boa governação empresarial e gosto de fazer jardinagem.

@V – Cozinha?

DW – Sim, gosto de cozinhar.

@V – Qual é o prato que gosta de fazer?

DW – Gosto de cozinhar peixe. @V – Cozinha todo os dias?

DW – Só aos fins-de-semana e quando tenho tempo.

@V – Tem tido tempo para cuidar da família?

DW – Sim. Tenho muito tempo para cuidar da minha família. Sempre arranjo tempo para cuidar das minhas meninas e do meu marido.

@V – Como tem sido o seu dia-a-dia?

DW – Todos os dias vou para o escritório às oito e meia ou um quarto para as 9h00. Trabalho até às 16h00 ou 17h00. Vou ao ginásio e volto. Vou fazer duas horas de trabalho de escritório e vou para casa.

@V – Sai para se divertir com o seu marido e as suas lhas?

DW – Sempre, temos tirado algum tempo porque os nossos dias são longos e muito ocupados. Saímos aos fins-de-semana, e nas férias das miúdas. Gostamos de ir ao Kruger Park, de estar em sítios calmos fora das grandes cidades.

@V – Gosta de dançar?

DW – Gosto.

@V – Qual é o estilo de música que gosta de dançar?

DW – Gosto de funk.

@V – Qual é o estilo de música que mais gosta de ouvir?

DW – Gosto de ouvir música clássica.

@V – Quais são os seus escritores favoritos?

DW – Gosto do Paulo Coelho e da escritora francesa Simone de Beauvoir, pois inspira-me muito nas suas ideias de emancipação da mulher.

@V – Faz algum ritual antes do trabalho?

DW – Antes do trabalho o meu ritual é ler os jornais antes de começar o dia.

@V – Qual é a cidade que gostaria de conhecer?

DW – Cairo. É uma das cidades que não conheço e o meu sonho é conhecê-la.

@V – Qual é o seu maior desejo?

DW – É poder concluir o projecto de desenvolvimento de Moçambique que eu já comecei há quase cinco anos.

B.I.

Nome: Deolinda Langa Wicht

Data de nascimento: 26/04/68

Estado civil: Casada

Ocupação: Empresária

Signo: Touro

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!