Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

3ª Eleições Autárquicas – Candidatos prometem mundos e fundos

3ª Eleições Autárquicas - Candidatos prometem mundos e fundos

Falta apenas uma semana para as eleições municipais, as terceiras do género em Moçambique. As mesmas vão realizar-se em 43 municípios, para a escolha dos presidentes e membros das assembleias municipais. Esta semana, o jornal @Verdade foi à rua ouvir as promessas dos cinco candidatos à presidência do Município da Matola, a mais importante autarquia da província de Maputo. Ouviu, igualmente, dois dos principais aspirantes à presidência da autarquia de Maputo, principal município do país. Basicamente, tanto os candidatos da Matola, como os de Maputo, coincidem nos seus objectivos, caso sejam eleitos no pleito de 19 de Novembro próximo. Siga as partes mais relevantes do diálogo que travámos com os candidatos.

1. NA SUA OPINIÃO, QUAL FOI A MEDIDA MAIS POSITIVA DO ANTERIOR EXECUTIVO MUNICIPAL?

2. SE VENCER QUAIS SERÃO AS SUAS PRIORIDADES IMEDIATAS?

3. QUE MENSAGEM QUER DEIXAR PARA OS MUNÍCIPES DE MAPUTO/MATOLA?

 

Simango agita bandeira da pobreza 

 

David Simango

 

 

 

O candidato proposto pela Frelimo para a presidência do município da Maputo, David Simango, elegeu como um dos seus principais desafi os o combate à pobreza. Simango, que deverá herdar impressionantes obras de Eneas Comiche, caso seja eleito a 19 de Novembro próximo, diz que para atingir aquele desiderato vai promover oportunidades para o surgimento de novos postos de trabalho, com destaque para o auto-emprego. Promover parcerias públicoprivadas, permitindo a criação de pequenas e médias empresas, é outras da saídas que Simango encontrou para combater a pobreza absoluta.

 1. Simango: A medida mais positiva foi a reabilitação de estradas e jardins, e prometemos dar maior ímpeto ao trabalho feito com vista ao crescimento e modernização da cidade de Maputo.

2. Simango: O nosso grande desafi o é combater a pobreza. Para isso, vamos promover oportunidades para o surgimento de novos postos de trabalho, com destaque para o auto-emprego e promover parcerias público-privadas, permitindo assim, a criação de pequenas e médias empresas. Também iremos continuar a reparação de estradas degradadas e abertura de vias de acesso principalmente nas zonas suburbanas, reabilitação de jardins e parques, assegurar o sistema de transporte com a criação de transportes públicos municipais, a introdução de um mecanismo efi ciente no combate ao encurtamento de rotas por parte dos transportadores semicolectivos de passageiros e aplicar iniciativas que desencorajem os polícias municipais de se envolverem em práticas de cobranças ilícitas de que são acusados. Acabar com o lixo e assegurar uma gestão efi ciente do solo urbano também constituem nossas prioridades.

3. Simango: A mensagem que deixo é que todos os eleitores confi em e votem na Frelimo e no seu candidato para continuar a promover o desenvolvimento sócioeconómico. Aos nossos apoiantes e simpatizantes que não optem pelas retaliações mesmo quando alguém da oposição tente provocar.

 

“Quero acabar com as assimetrias”

Eduardo Namburete

 

 

 

Eduardo Namburete, candidato pelo maior partido da oposição, Renamo, propõem- se a eliminar as assimetrias que diz existirem entre a zona urbana e suburbana no município de Maputo. Namburete, actual porta-voz da Renamo União Eleitoral na Assembleia da República, salientou que, caso seja eleito, pretende unir os maputenses, porque, na sua óptica, a cidade está dividida em parte rica e pobre.

 1. Namburete: Prefiro não responder essa questão.

2. Namburete: A minha prioridade será acabar com as assimetrias que existem entre a zona urbana e a suburbana. Vou procurar unir todos os maputenses porque, actualmente, a cidade está dividida em parte rica e parte pobre, como também há munícipes que consomem água suja e outros que consomem água limpa. Eu comprometo-me a acabar com isso, porque todos nós somos fi lhos de Deus e merecemos tratamento igual. Queremos que todos os munícipes gozem dum estatuto digno. Vou apostar em programas sociais, criando centros de promoção de emprego para jovens que concluem o nível médio e criação de uma agência funerária municipal, que vai benefi ciar as famílias pobres. Vou criar bibliotecas e parques em todos os distritos urbanos. Vou acabar com os problemas de lixo e taxas injustas, porque é obrigação do Conselho Municipal remover o lixo. Vou apostar na abertura de mais vias de acesso sobretudo nos bairros suburbanos, resolver o problema de trasporte, que constitui uma dor de cabeça para os munícipes da cidade de Maputo, com a criação do transporte público municipal e mais envolvimento dos operadores privados. Tudo que tenho estado a prometer vou cumprir na íntegra. Não vejo nada que poderá ser difícil. O que é preciso é dinheiro e dinheiro existe. O que falta é vontade de as pessoas fazerem. O discurso de que não há dinheiro é falso. Enquanto haver dirigentes corruptos, que desviam dinheiro que era para ser aplicado em benefi cio do povo para fi ns pessoais, que gastam dinheiro em viagens desnecessárias, constroem casas e compram carros de luxo em detrimento dos fi ns para quais o dinheiro foi alocado, é certo que sempre não haverá dinheiro. Na minha governação vou implementar uma política de austeridade para que o dinheiro benefi cie efectivamente os munícipes.

3. Namburete: A mensagem que deixo aos munícipes é que não tenham medo de ser felizes. Aliás, esse é que é o meu “slogan”. Porque a vitória é certa. Não faço promessas falsas, o que estou a transmitir é aquilo que vou fazer sem mentiras. Por isso, peço aos munícipes que votem em mim porque sou a pessoa certa para mudar a cidade de Maputo.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!