Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

35 imigrantes clandestinos etíopes detidos no Malawi

A Polícia fronteiriça de Karonga, no norte do Malawi, deteve 35 cidadãos etíopes por entrada ilegal no país, soube a PANA de fonte policial. Segundo a Polícia, os imigrantes etíopes foram deixados perto dum hospital por um passador que os fez passar pela fronteira com a Tanzânia.

“Um dos imigrantes clandestinos adoeceu e o condutor decidiu deixá-los perto do St. Anne’s Hospital para solicitar assistência e fugiu”, disse o porta-voz da Polícia da região norte, Norah Chimwala.

Chimwala disse que o doente acabou por morrer e foi abandonado no exterior do hospital, indicando que o resto dos imigrantes continuou a andar sem destino até que os seus movimentos suscitaram a suspeita das populações locais que alertaram a Polícia.

“Pedimos às populações para denunciar qualquer pessoa que oferecer assistência aos imigrantes clandestinos”, disse Chimwala. “Estas pessoas constituem uma ameaça à segurança pública, eles chegam de países assolados pela guerra e podem introduzir armas perigosas no país e colocar em perigo a segurança do país”, acrescentou.

Os imigrantes clandestinos provenientes do Corno de África, nomeadamente da Etiópia e da Somália, utilizam vias clandestinas para atravessar a Tanzânia, o Malawi e Moçambique antes de chegar ao Quénia e prosseguir a viagem para a África do Sul, o país mais desenvolvido do continente.

Eles utilizam os serviços duma rede de passadores que usam a corrupção para os fazer atravessar as fronteiras. Além das detenções, alguns deles conhecem muitas vezes um fim trágico durante a sua viagem.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!