Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

34 mortos em manifestações contra supressão de subvenção no Sudão

Pelo menos 34 pessoas, entre as quais membros das forças de segurança, morreram em três dias de manifestações que abalaram recentemente o Sudão para protestar contra a supressão de subvenções, revelou o ministro sudanês do Interior, Ibrahim Mahmoud Hamid.

As manifestações decorreram em Cartum, a capital, e em Medani, no centro do país. “Algumas pessoas movidas por razões políticas e sociais tentaram aproveitar-se desta situação para pilhar e sabotar bens privados e públicos. Estas pessoas serão julgadas”, declarou o ministro, Segunda-feira, durante uma conferência de imprensa.

Ele minimizou as manifestações que, segundo ele, apenas afectaram dois Estados dos 16 que o país possui. Afirmou que as manifestações provocaram o incêndio de 40 estações de serviço, 18 autocarros de transporte público e uma dezena de veículos particulares.

Os manifestantes incendiaram igualmente 27 unidades da Polícia em Cartum e os seus arredores antes do controlo da situação pelas forças da ordem. Hamid explicou que o seu Governo foi obrigado a adotar medidas económicas severas em parte devido à secessão do Sudão do Sul e à enorme perda de rendimentos petrolíferos daí decorrente.

Embora as manifestações que acompanharam tais medidas eram previsíveis, “algumas pessoas infiltraram-se entre os manifestantes e tentaram pôr em marcha o seu programa egoísta visando prejudicar o Governo”, disse. O ministro revelou que a Polícia deteve quase todos os implicados nas pilhagens e nos incêndios.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!