Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

250 migrantes mortos em naufrágios sepultados ao largo da capital líbia

Um total de 250 corpos de migrantes cujas embarcações naufragaram recentemente ao largo de Tripoli foram sepultados, soube-se, esta quinta-feira (4), de fontes oficiais na capital líbia.

Os restos mortais de migrantes de diversas nacionalidades africanas cujas duas embarcações naufragaram no início de Setembro corrente ao largo da localidade de Al-Garaboli (60 quilómetros a oeste de Tripoli) foram enterrados num cemitério da cidade, segundo o director da Empresa Geral Líbia de Serviços de Higiene, Al-Mabrouk Abdallah.

No total 270 corpos de migrantes foram recuperados em menos de 48 horas na zona de Al-Garabolli, situada no leste de Tripoli. Com a estação estival, os candidatos à imigração clandestina aproveitam a melhoria das condições meteorológicas, o caos da segurança na Líbia, onde grupos armados estão a confrontar-se, enquanto as autoridades enfraquecidas e desprovidas de órgãos de segurança estão incapazes de manter a ordem e controlar as costas do país.

Em finais de Julho último, 150 corpos de migrantes clandestinos para a Europa a partir do litoral líbio foram rejeitados pelas ondas ao largo da cidade de Khomes (oeste).

Cerca de 220 pessoas morreram afogadas desde o início deste ano ao largo das costas líbias ao tentar atravessar o Mediterrâneo, indicam as estatísticas do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR).

País de trânsito e de destino da emigração, a Líbia, fronteiriça com seis países subsaarianos, faz face a uma importante onda de chegadas de migrantes clandestinos desde a destituição do regime de Muamar Khadafi em 2011.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!