Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

https://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.html
ADVERTISEMENT

2012 foi um dos 10 anos mais quentes da história do mundo

O ano de 2012 esteve entre os dez mais quentes já registados no mundo, disseram duas agências científicas do governo norte-americano, Terça-feira (15), menos de uma semana após o ano passado ter sido declarado o mais quente da história do território contíguo dos EUA.

A Nasa (agência espacial dos EUA) e a Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (Noaa) divulgaram conjuntamente dois relatórios sobre as temperaturas globais em 2012.

A Nasa apontou o ano passado como o nono mais quente desde o início dos registos, em 1880, enquanto a Noaa avaliou-o como o décimo mais quente.

A diferença nos dois rankings pode dever-se ao facto de a Nasa ter feito extrapolações das temperaturas em áreas onde não há estações meteorológicas, especialmente perto dos pólos, segundo James Hansen, director do Instituto Goddard de Estudos Espaciais, da Nasa, em Nova York.

A temperatura da superfície global em 2012, incluindo terra e água, foi 0,56ºC superior à média registada entre 1951 e 1980. Isso foi suficiente para causar um aumento nas máximas extremas do ano passado, segundo Hansen.

2012 foi também o 36º ano consecutivo com temperaturas superiores à média do século 20 no planeta, segundo os cientistas das duas agências.

E, embora a média móvel da temperatura global num período de cinco anos mantenha-se estável há uma década, isso não significa que o aquecimento global tenha sido contido, segundo Hansen, tradicional defensor de medidas para a redução das emissões de gases do efeito estufa.

Segundo ele, a actual estabilidade pode estar associada à fraca ocorrência do fenômeno El Niño, que normalmente causaria um intenso aquecimento em vários lugares, e ao registo de fortes fenómenos La Niña, que causa um resfriamento.

Ele também especulou que o aumento na poluição atmosférica em países como China e Índia pode contribuir para reflectir a luz solar, mantendo as temperaturas menos elevadas.

Apesar dos indícios de que as emissões humanas de dióxido de carbono seriam a principal causa do aquecimento global, alguns cépticos insistem que o fenómeno é natural, e há quem questione inclusive se as temperaturas estão a subindo.

A Noaa disse no seu relatório que muitas regiões do mundo ficaram mais quentes do que a média em 2012, o que inclui a maior parte das Américas, da Europa, da África e da Ásia.

As excepções a essa tendência incluem Alasca, oeste do Canadá, Ásia Central, partes do Pacífico oriental e equatorial, Atlântico sul e partes do oceano Antárctico.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

error: Content is protected !!