Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Zucula, Zimba e Viegas em liberdade se pagarem caução

Paulo Zucula, Mateus Zimba e José Viegas, os três arguidos detidos quarta-feira(06) em conexão com o caso de corrupção na compra de duas aeronaves de marca Embraer para as Linhas Aéreas de Moçambique foram interrogados pelo Tribunal Judicial da cidade de Maputo e poderão sair em liberdade após pagarem caução determinada pela juíza Ludovina David.

Zucula, antigo Ministro dos Transportes e Comunicações, Zimba, antigo Gestor Sénior da Sasol Pretroleum Temane e Viegas, antigo PCA das LAM, são suspeitos de terem recebido suborno de 800 mil dólares norte-americanos para garantirem a adjudicação de um negócio 70 milhões de dólares norte-americanos à construtora de aeronaves brasileira que em 2008 vendeu dois aviões comerciais a companhia aérea de bandeira moçambicana.

Após a audição, nesta quinta-feira(07) o tribunal decretou como medida de coacção a liberdade provisória mediante pagamento de caução que ficou estabelecida em três milhões e quinhentos mil meticais para a libertação de José Viegas, seis milhões de meticais para o arguido Mateus Zimba e cinco milhões de meticais para Paulo Zucula aguardarem os passos subsequentes do caso em casa.

Não se percebe a intenção da Procuradoria-Geral da República ordenar a prisão dos três suspeitos, tendo em conta que investiga o caso há mais de um ano e meio e até ao momento continua a trabalhar na instrução preparatória sem haver nenhum previsão de quando poderão ser julgados.

 

 

 

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!