Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Xiconhocas da semana: PGR; Judite Simão; Violadores de mulher grávida

Xiconhocas da semana: Lizha James; Atanásio M’Tumuke; Standard Bank

Os nossos leitores elegeram os seguintes Xiconhocas na semana finda:

PGR

A Procuradoria-Geral da República (PGR) é um exemplo acabado de Xiconhoca. Socorrendo- se de desculpas esfarrapadas, a PGR tomou decisões deveras estapafúrdias, como são os casos do arquivamento do processo sobre o assassinato do juiz Dinis Silica, e o adiamento da apresentação dos resultados da auditoria internacional independente às dívidas ilegais. Estas duas decisões são claras demonstração da ineficiência e a promiscuidade por que ainda se rege a PGR.

Judite Simão

A juíza Judite Simão é, sem dúvidas, uma vergonha de proporções inimagináveis para a classe dos magistrados. A Xiconhoca, no cúmulo da sua promiscuidade, tem estado a propor que se comprem testemunhas para mudar o veredicto num caso em que ela é juíza. A falta de profissionalismo e um grave exemplo de violação da ética e deontologia profissional por parte desta senhora devia levá-la a cadeia. A magistratura tem a obrigação de expulsar esta Xiconhoca pelo seu comportamento promíscuo e imoral.

Violadores de mulher grávida

A corja constituída por 10 Xiconhocas que violou sexualmente uma mulher grávida de três meses devia ser castrada e, posteriormente, torturada até à morte pela monstruosidade. Os sujeitos não só violaram sexualmente a cidadà, mas também molestaram, agrediram fisicamente e roubaram os seus pertences. Este acto macabro deu-se em Namanhumbir, no distrito de Montepuez, em Cabo Delgado. É bom que se diga que pena de morte é uma sentença leve para esses animais que cometeram tamanha barbaridade. A que ponto chegamos!!!

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!