Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Xiconhocas da semana: Gente que assassinou e esquartejou um albino em Larde; Polícia de Trânsito que estuprou e contaminou a filha com doenças; Comandante da Polícia Municipal de Nampula

Xiconhocas da semana: Lizha James; Atanásio M’Tumuke; Standard Bank

Os nossos leitores elegeram os seguintes xiconhocas na semana finda:

Gente que assassinou e esquartejou um albino em Larde

Por volta das 16h00 de 17 de Setembro corrente, irromperam pelo Centro de Saúde de Topuito, no distrito de Larde, província de Nampula, e raptaram, em pleno serviço, um profissional da Saúde com albinismo, que respondia pelo nome de Alfane António, o qual foi posteriormente esquartejado algures numa mata. Num acto sem qualificação em nenhuma adjectivação, os presumíveis malfeitores separaram os membros superiores e inferiores do corpo da vítima. O cadáver de Alfane, encontrado em pedaços, os braços juntos num lugar, as pernas noutro sítio, e a cabeça e o tronco num saco abandonado numa mata, assemelhava-se a um animal retalhado para ser vendido em bocados num bazar. Aliás, as outras partes do corpo do malogrado tinham desaparecido, o que sugere que a crueldade humana não conheces limites. É difícil crer que alguém, aparentemente com a mente sadia, tenha tido a coragem de acabar com a vida de um ser humano da mesma forma que a gente mata uma galinha e dividimo-la em pequenas porções para alimentar indivíduos da nossa prole. Cenas horríveis como as que culminaram com a morte daquele concidadão, são deveras arrepiantes até quando acontecem na imaginação e representadas em filmes de Hollywood.

Polícia de Trânsito que estuprou e contaminou a filha com doenças

Um agente da Polícia de Trânsito afecto ao Comando da Polícia da República de Moçambique (PRM) em Maputo, que exerce as funções de regulador de trânsito, cujo nome omitimos por respeito ao princípio de presunção de inocência, é acusado de ter abusado sexual e sistematicamente a sua filha de 15 anos de idade, cujo nome também omitimos para preservar a sua honra e da família, e infectou-a com o VIH/SIDA e tuberculose. A miúda, cansada dos abusos a que estava sujeita pelo próprio pai, não só confirmou o acto hediondo, como também declarou que o tal ameaça a ela de morte caso contasse o crime a alguém. Mas que progenitor é esse? Ou, na realidade, é um bicho revestido de pele humana? Afaste-se esse animal da convivência social porque já nem está em altura de ser domesticado.

Comandante da Polícia Municipal de Nampula

Na manhã de 17 de Setembro em curso, dia em que a Polícia Municipal de Nampula, com a ajuda da Polícia de Protecção, violentou deteve três vendedores informais, acusados de incitação à violência quando se dirigiram às instalações do edifício da edilidade para obter esclarecimentos em torno da destruição das suas bancas, o jornalista do @Verdade foi ameaçado de morte pelo comandante da Polícia Municipal e perdeu parte do seu equipamento de trabalho. Esta é a segunda vez, em menos de três messes, que aquela corporação policial impede o profissional de realizar o seu trabalho e, por conseguinte, nós os leitores ficamos privados de informação. Afinal, o que é que essa polícia tem contra o @Verdade? A toda cúpula do município de Nampula, do topo à base e vice-versa, fica um recado: deixe essa gente trabalhar em paz. Não tentem, em vão, obstruir este canal de disseminação de informação.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!