Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Violência e pilhagens alastram a várias zonas de Londres

Violência e pilhagens alastram a várias zonas de Londres

A polícia britânica condenou a onda de actos criminosos um pouco por toda Londres que se sucederam esta madrugada por efeito de “imitação” das violências e pilhagens ocorridas no bairro de Tottenham. Mais de 100 pessoas foram detidas, vários agentes foram agredidos, lojas pilhadas e carros de polícia vandalizados.

De acordo com a BBC registaram-se esta madrugada confrontos em Enfield e Islington (norte), Waltham Forest e Walthamstow (nordeste) e Brixton (sul).

Cerca de 35 agentes da polícia ficaram feridos após duas noites de violências. Hoje de manhã, a polícia metropolitana londrina fez saber que deteve mais de 100 pessoas entre a noite de ontem e a manhã de hoje.

Tudo começou na noite de sábado para domingo depois do protesto de mais de uma centena de habitantes que pediam “justiça” pela morte de Mark Duggan, pai de quatro crianças, abatido quinta-feira durante uma operação policial.

Duggan morreu no táxi onde seguia na sequência de uma troca de tiros quando um polícia tentou fazer uma detenção relacionada com crime violento. O facto de ser uma pessoa popular e considerada não violenta gerou indignação entre a população local.

Apesar de ter começado em Tottenham, as violências acabaram por se espalhar na última madrugada a outros pontos da área metropolitana da capital inglesa.

Em Enfield, foram partidas montras de lojas e danificados carros de polícia. Em Islington, também no norte da ciade, um veículo da polícia foi atacado. Em Ponders End (Enfield), uma grande superfície foi atacada e pilhada. Em Walthamstow e Waltham Forest (nordeste), mais de 30 jovens vandalizaram e pilharam uma série de lojas.

Em Brixton (sul) foi noticiado que cerca de 200 jovens carregaram sobre a polícia e pilharam lojas nas artérias Coldharbour Lane e High Street.

A polícia metropolitana londrina acredita que estes actos de violência e pilhagem aconteceram por efeito de “imitação” após os distúrbios ocorridos em Tottenham. No centro de Londres ocorreram igualmente distúrbios. Em Oxford Circus cerca de 50 jovens levaram a cabo actos de vandalismo.

Kit Malthouse, vice-presidente da Câmara de Londres, descreveu as cenas das últimas duas noites como “repugnantes e chocantes”, afirmando que a polícia fez um bom trabalho.

Malthouse acrescentou: “Há pessoas nesta cidade que, lamentavelmente, têm a intenção de fazer violência, que estão à espera da oportunidade de roubar e que deitam fogo a edifícios e criam um sentimento de separação, quer seja por serem anarquistas ou membros de gangs organizados ou, simplesmente, por serem jovens selvagens que querem um par de sapatilhas novas”.

Acerca dos danos provocados por estes actos na imagem da capital inglesa um ano antes dos Jogos Olímpicos, Malthouse afirmou: “Isto é bastante mau para Londres”. “Aquilo que precisamos de fazer nos próximos meses é sublinhar a verdade fundamental sobre Londres – que é uma das maiores e mais seguras cidades do mundo. Temos uma baixa taxa de homicídios e este tipo de violência é raro”.

Christine Jones, comandante da polícia metropolitan Londrina, disse: “Os agentes estão chocados com os níveis de violência directa contra eles. Pelo menos nove agentes ficaram feridos esta madrugada, para além dos 26 feridos na noite anterior”.

“Não vamos tolerar esta violência. As investigações continuam para levar estes criminosos à justiça”. Os bombeiros londrinos também foram chamados a apagar uma série de incêndios em Enfield, Brixton e Walthamstow.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!