Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

‘@Verdade EDITORIAL: Os moçambicanos nos “Panama Papers”

Em Abril passado o mundo foi abalado pela divulgação de documentos de uma firma de advogados do Panama que revelaram a ocultação de propriedades de empresas inscritas em paraísos fiscais, activos, lucros e evasão de impostos por parte de chefes de Estado e de governo, políticos, empresários, atletas e artistas, entre outros.

Entre os 11,5 milhões de documentos que obtidos pelo jornal alemão “Süddeutsche Zeitung”, através de uma fuga de informação, e partilhados em medias de várias países através do Consórcio Internacional de Jornalistas existem cidadãos e entidades com ligações à Moçambique, cujos nomes já foram publicamente divulgados:

Liagatali Ibrahim, Mahomede Ali Ibrahim, Jaime de Jesus Irachande Gouveia, Gerasimos Marketos Mozambique, Octaviano Jose Presado Francisco, Domingas Vasseo Tivano, João Manuel Presado Francisco, S.M. Rodrigues, Mahomed Jaffarullah, P.T. Chikwanda, Joao Carlos Patricio Viseu e Karin Elisabeth, Abdul Kayum, Ahmed Rashid Yusuf Umarany, LIQUIA LDA, P.M.A. Sacur, Martina Joaquin Chissano, Ines Garcia Calderon de Neuenschwander, Afzal Mustakally Rawjee, Alberto Ruiz Thiery, Andre Conde Chan, Firoz Mustakally Rawjee, Zainulabedin Goolamali Rawjee, Mark Kenwright, AI-Noor Rawjee, Mustakally Rawjee, Encarnacion Acosta Lopez e Amin Rawjee.

O @Verdade é o media moçambicano com acesso exclusivo à base de 2,4 terabytes de informação, vulgarmente denominada de “Panama Papers”, e está a investigar o que cada um desses cidadãos e entidades escondeu através do escritório dos advogados Mossack Fonseca e principalmente onde e como obtiveram esses rendimentos em Moçambique, será que pagaram os impostos devidos?

À primeira vista não há nomes de “sonantes”, apenas um deles tem ligação política evidente, contudo no nosso País os empresários para terem sucesso precisam de ter relações e alianças com os influentes membros do partido que governa desde 1975.

Após os primeiros meses de trabalho a pequena equipa do @Verdade ainda não consegue prever quantas reportagens serão publicadas, nem a periodicidade da mesmas, porém fica o nosso compromisso de trazer à tona a verdade que os “Panama Papers” escondem sobre Moçambique.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!