Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Vale investe 600 milhões de USD em 2010

A Companhia brasileira Vale aprovou um orçamento de 595 milhões de dólares para investir em diversas acções preparatórias visando a exploração da sua mina de carvão a partir de 2011 em Moatize, província de Tete, Centro de Moçambique. Segundo um comunicado de imprensa citado pelo jornal “Noticias”, na sua edição de hoje, este valor, que foi aprovado no Rio de Janeiro pelo Conselho de Administração desta empresa, será aplicado para financiar os projectos da empresa programados para o próximo ano.

O valor destinado a Moatize faz parte de um pacote orçamental de 12,9 biliões de dólares destinado ao financiamento das operações da empresa em curso e promoção do crescimento da companhia através da pesquisa e desenvolvimento e implementação de projectos em diversos países do mundo.

No quadro dos seus invunidades de processamento de carvão do mundo, com capacidade de 26 milhões de toneladas métricas por estimentos em Moatize, a Vale está a construir uma das maiores unidades de processamento de carvão do mundo, com capacidade de 26 milhões de toneladas métricas por ano, quantidade que permite àquela companhia viabilizar os planos de expandir o projecto para além do actual domínio de exploração.

Considerando a reduzida capacidade da linha férrea de Sena (liga Moatize a cidade portuária da Beira), a expansão do projecto de Moatize pretende construir uma nova ferrovia de 200 quilómetros de extensão que vai permitir ligar Moatize ao Porto de Nacala, na província de Nampula, para além de um terminal marítimo em Nacala. Em 2010, a Vale projecta investir um total de 892 milhões de dólares no negócio de carvão que actualmente desenvolve com particular enfoque em Moçambique, Austrália e Colômbia.

Quando o projecto de Moatize estiver já no pico da sua operação, este somará uma capacidade nominal de produção de 11 milhões de toneladas métricas por ano, dos quais 8,5 milhões de toneladas métricas serão de carvão metalúrgico e 2,5 milhões de toneladas de carvão térmico.

Moatize detém o terceiro maior bolo do orçamento aprovado pela Vale para o próximo ano.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!