Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

UNFPA reitera que Moçambique está longe de atingir as metas dos Objectivos do Milénio na saúde

O Fundo das Nações Unidas para a População (UNFPA) reitera que o sector de saúde em Moçambique está longe de atingir as metas dos Objectivos do Desenvolvimento do Milénio (ODM’s) porque ainda prevalece a mortalidade materna e infantil nas diferentes unidades sanitárias.

A directora adjunta daquele organismo, Astrid Bant, disse, esta quarta-feira (16), em Nampula, que o país não vai conseguir reduzir os actuais 500 óbitos por 100 mil nascimentos por ano para 50, até 2015.

Neste momento, segundo a interlocutora, que falava num seminário de capacitação das redes das organizações juvenis sobre o Mecanismo de Revisão Periódica Universal, que decorre na capital do Norte, desde que Moçambique aderiu aos ODM´s, apenas cumpriu 50 porcento das acções previstas, o que significa que mais de 400 parturientes ainda perdem a vida, anualmente.

“Estamos preocupados com esses números e o governo deve trabalhar com vista reverter o cenário”, disse Astraid, que apontou os casamentos prematuros, a insuficiência de unidades sanitárias nas zonas rurais e a falta de médicos qualificados como sendo as principais razões que contribuem para o elevado número de casos da mortalidade materna e infantil.

A responsável instou o Governo moçambicano a criar mecanismos de sensibilizar os jovens a aderirem aos métodos de prevenção de gravidezes indesejadas e procurar formas de capacitar os gestores do sector da saúde com vista a saber responder às exigências actuais da sociedade.

Refira-se que o encontro de capacitação que decorre na cidade de Nampula reúne jovens das províncias do Niassa, de Cabo Delgado e Nampula. Visa dentificar e fortalecer as actividades das organizações que lidam com a saúde sexual e reprodutiva, planeamento familiar, dentre outros trabalhos na área de saúde.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!