Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Uma em cada 3.000 malas extraviadas nos aeroportos desaparece para sempre

Uma em cada três mil malas extraviadas nos aeroportos do mundo nunca mais volta às mãos de seu proprietário, uma situação considerada grave, segundo a Comissão Europeia, que esta terça-feira apresentou um relatório a respeito do problema.

 

O documento revelou ainda que 90.000 bagagens são extraviadas a cada dia no tráfego aéreo mundial. “A situação é grave. Precisamos intensificar os esforços contra a persistência deste sério problema”, declarou em Bruxelas o comissário europeu dos Transportes, Antonio Tajani. No total, 32,8 milhões de malas foram extraviadas no mundo em 2008, o equivalente a 90.000 por dia.

 

Embora este dado represente uma queda de 20% em relação a 2007, “este fenômeno continua tendo proporções extremadamente preocupantes”, admitiu Tajani ao apresentar o relatório da Comissão. A maioria dos passageiros acaba recuperando seus pertences, mas uma em cada 3.000 malas extraviadas desaparece para sempre. As companhias aéreas são responsáveis juridicamente das perdas, pelas que podem ter que indenizar em no máximo 1.100 euros cada passageiro, segundo a legislação vigente.

“Qual é a causa dos extravios em massa? Às vezes por erros, problemas de organização, outras por má fé ou roubo”, afirmou o comissário, lembrando que em outras partes do mundo deteve algumas vezes o pessoal das companhias aéreas por usurpar as malas dos passageiros.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!