Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Tropas sírias e Hezbollah atacam rebeldes

As tropas sírias, com apoio de militantes do Hezbollah, lançaram, este Domingo (19), uma ofensiva para tomar dos rebeldes uma importante cidade perto do Líbano, nos combates mais intensos envolvendo o grupo armado libanês.

A informação é de activistas da oposição síria. Pelo menos 32 pessoas morreram no conflito entre rebeldes sírios, tropas do governo e combatentes do Hezbollah em Qusair, a dez quilómetros da fronteira com o Líbano, segundo os activistas da oposição.

Falando de Qusair, o activista Hadi Abdallah afirmou que os aviões sírios bombardearam o local durante a manhã. “O Exército está a atacar Qusair do norte e do leste com tanques e artilharia, enquanto o Hezbollah dispara foguetes do sul e do oeste”, disse ele.

“A maior parte dos mortos são civis.” A região perto do Rio Orontos ficou segregada entre vilas sunitas e xiitas na guerra civil síria. É vital para o presidente da Síria, Bashar al-Assad, que é alauíta, manter aberta a rota dos redutos xiitas do Hezbollah no Líbano para áreas perto do litoral da Síria habitadas pelos alauítas.

As fontes da oposição dizem que a costa da Síria, numa potencial fragmentação do território sírio, poderia servir como um pequeno Estado alauíta, caso Assad perca Damasco.

No Líbano, as fontes dizem que os disparos dos rebeldes atingiram os limites da cidade de Hermel, um reduto do Hezbollah, grupo que tem o apoio do Irão, mas que não há relatos de vítimas. Segundo a TV síria, o Exército está “a liderar uma operação contra terroristas em Qusair”, e as tropas estão a alcançar o centro da cidade.

As Nações Unidas estimam que pelo menos 80 mil pessoas já morreram no conflito da Síria, que começou com demonstrações pacíficas contra o regime de Assad.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!