Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Tropas filipinas enfrentam rebeldes em província sob lei marcial

Tropas filipinas enfrentaram na segunda-feira milicianos rebeldes partidários do governador Andal Ampatuan, envolvido em uma chacina na província de Maguindanao, sul do país, actualmente so lei marcial, anunciou o ministro do Interior, Ronaldo Puno.

O chefe da Polícia Nacional, general Jesús Verzosa, informou que incidentes armados foram registrados na noite de domingo no município de Datu Unsay. Os rebeldes são partidários do governador Andal Ampatuan, envolvido na chacina de 57 pessoas em Maguindanao no fim de novembro. O Exército do país persegue 3.000 homens armados ligados à temida família Ampatuan.

Os milicianos fugiram para as colinas da província de Maguindanao antes da presidente Gloria Arroyo declarar lei marcial na sexta-feira passada, em consequência do assassinato de 57 pessoas e, 23 de Novembro. O clã do governador Andal Ampatuan Sr, que estava no poder desde 2001, é acusado pelo massacre do mês passado. Até o momento, 62 pessoas foram detidas pelo caso, incluindo o governador e quatro membros da família. Material militar, sobretudo armas de guerra e munições, foi apreendido em várias propriedades do clã.

Autoridades admitiram que a família Ampatuan teve condições de manter um exército privado porque o governo utilizou o clã como auxílio para reprimir a rebelião separatista muçulmana que provocou 150.000 mortes desde os anos 70.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!